quarta-feira, 11 de maio de 2011

Chá de Amora


Estou tomando Chá de Amora Miúra há alguns meses e posso dizer que estou satisfeita com os benefícios da tal frutinha...

Você Sabia?!

A amora miúra, também conhecida como amora branca (a mesma que alimenta o bicho-da-seda), possui efeitos comprovados pela sua concentração de substâncias benéficas ao organismo como sendo vinte duas vezes mais cálcio que o leite, além de conter potássio, magnésio, ferro, proteina, fibras, zinco e levedura.

A AMORA OU AMOREIRA (Morus Alba)

Conhecida como a planta REGULADORA DOS HORMÔNIOS, a amora atua com bastante eficácia nos sintomas da menopausa: ressecamento da vagina, irritação, ansiedade, nervosismo, memória fraca, dores musculares e das articulações, calores e algumas vezes suores frio, dor de cabeça, diminuição da libido, dificuldades para dormir, depressão, problemas urinários.

A amora é ainda planta anti-cancerígena, no combate a osteoporose, como tônico muscular nas práticas desportivas, por possuir alto teor de potássio. Depurativa do sangue, anti-séptica, vermífuga, digestiva, calmante, diurética, laxativa, refrescante, adstringente e muito útil nos problemas da tireóide. Possui poderosas propriedades anti-oxidantes por sua combinação de vitaminas C com E contribuindo assim para o rejuvinescimento e beleza da pele.

A amora ajuda a prevenir infecção urinária, reduzir o risco de úlcera e câncer no estômago.

Pesquisas feitas com ratos mostraram que o chá de amora miúra melhora o funcionamento do fígado e dos rins, diminui a pressão arterial e a taxa de glicemia. Foi eficiente até na prevenção do câncer.

Aliado a uma dieta orientada o chá de amora é um potente aliado ao emagrecimento porque age diretamente na queima do açúcar no organismo e na absorção, redução do volume de gordura.

O Chá de Amora além de reduzir os indices de glicose (diabete), inibe o acúmulo de gordura e reduz o colesterol melhorando o funcionamento dos rins e figado. Também ajuda a prevenir a osteoporose por possuir 22 vezes mais cálcio que o leite.

Em caso de hipertensão o chá de amora tem o efeito de normalizar e ou inibir a elevação arterial. Possui grande quantidade de fibras alimentares que facilitam o trânsito intestinal. Auxilia também no tratamento e prevenção à calvicie revitalizando a circulação no couro cabeludo, rejuvenescendo os fios e inibe as quedas de cabelos.

O chá tão poderoso é feito como qualquer chá comum. O sabor é muito suave, não desagrada a ninguém. Ele coloca as folhas na água ainda fria, deixa ferver por uns 10 minutos, coa e pronto.

  • CHÁ DE FOLHA DE AMORA
Use 3 folhas em 1 litro de água fervente. Tome depois de frio.
Recomenda-se o consumo de 4 xícaras ao dia.

UM POUCO MAIS SOBRE A AMORA...



Nome científico
Morus sp

Família
Moráceas

Nome comum
Amora, amoreira. Não confundir com a amora-preta, que é uma planta frutífera da família das Rosáceas.

Origem
Ásia

Descrição e característica da planta
A planta que será abordada aqui é a usada principalmente na alimentação do bicho-da-seda. Trata-se de uma planta perene de rápido crescimento que pode atingir até 12 metros de altura, se mantida naturalmente sem nenhuma poda. As folhas são cordiformes, inteiras ou lobuladas, bordas serrilhadas, sem espinhos e de cor esverdeada. As flores são pequenas e de cor branco-amarelada.

Os frutos são alongados de coloração esbranquiçada a esverdeada no início da sua formação e depois fica rosada e finalmente quase preta, quando maduros. O que chamamos de fruto, é um agrupamento de vários e minúsculos frutos que se unem formando uma massa. Normalmente, os frutos não têm sementes e quando bem maduros são doces, bem suculentos e de cor roxa.

As condições favoráveis ao desenvolvimento vegetativo são: clima ameno a quente, boa disponibilidade de água e se adapta bem em qualquer tipo de solo, mas são recomendados solos profundos, férteis e ricos em matéria orgânica para melhor desenvolvimento das plantas.

No período mais frio do ano, as folhas mais velhas ficam amareladas e caem. A propagação é feita através de estacas, obtidas de ramos das plantas, no período mais quente e chuvoso do ano.

Produção e produtividade
Para a alimentação do bicho-da-seda, as folhas são retiradas dos ramos ou os ramos são cortados quando as plantas estão bem enfolhadas. Nessa atividade, os frutos não têm importância econômica. A frutificação ocorre no início da primavera, época da emissão de folhas novas.

Utilidade
As folhas são imprescindíveis na alimentação de lagartas do bicho-da-seda. A amoreira branca é a preferida na criação do bicho-da-seda, enquanto que a preta, para consumo humano, pelo sabor mais pronunciado e mais volumoso.

Os frutos maduros podem ser consumidos ao natural ou usados no preparo de sucos, sorvetes, geléias, compotas, doces, vinhos, licores, xaropes e vinagres. Os frutos maduros são ricos em água, açúcar e vitamina C.

Propriedades medicinais da amora
São duas espécies principais:

Preta ( Morus nigra )

Branca ( Morus alba )

Ambas são medicinais e alimentícias.

A amoreira branca (Morus alba L.), originária da China, é uma árvore de folhas finas, lisas ou ligeiramente rugosas. As flores são pequenas e esbranquiçadas. Os frutos são formados pela união de muitos frutos num só, pequenos, cilíndricos, brancos, róseos ou pretos, doces ou insípidos. A amoreira negra (Morus nigra L.), menor e mais rústica do que a branca, tem casca rugosa e escura e folhas ásperas. Os frutos são maiores do que os da amoreira branca, têm cor vermelha bem escura e sabor agridoce, muito agradável.

A amoreira-branca é cultivada quase que exclusivamente para a criação do Bombyx mori ou bicho-da-seda, muito comum no Oriente. Este inseto alimenta-se das folhas da amoreira-branca.

A amora pertence à família das moráceas, em que se incluem também a jaca, o figo, a fruta-pão, a umbaúba etc.

Possui elevada concentração de cálcio, ajuda no combate da osteoporose.

Tônico muscular para quem pratica esportes, possui alto teor de potássio.

Utilidades Medicinais

  • Afta
Bochechar com suco de amora-preta, quente, adoçado com mel.

  • Amigdalite
Suco de amora-preta, quente, adoçado com mel; tomar aos goles. Pode - se também preparar um xarope deste suco, bastando cozê-lo até engrossar um pouco. Fazer gargarejos com o xarope, ou toma-lo às colheradas, deixando descer suavemente pela garganta.

  • Bronquite
Infuso da casca da raiz, morno, para combater a tosse. Tomar morno, às colheradas. Em excesso é purgativo. Para preparar um infuso, deitar água fervente sobre as cascas das raízes bem picadas, tapar o recipiente, e deixar esfriar.

  • Queda de Cabelo
Massagear o couro cabeludo com o infuso das folhas da amoreira.

  • Catarro
Para as secreções catarrais das vias respiratórias altas recomenda-se o gargarejo com o chá morno das folhas da amoreira.

  • Doenças das Cordas Vocais
Suco de amora-preta, quente, adoçado com mel.Tomar vagarosamente.

  • Diarréia
Usar xarope de amora, conforme explicado em amidalite. Tomar não mais de 2 colheres de sopa por vez, com intervalos mínimos de 2 horas.

Amora-preta

Nome científico
Rubus fruticosus (sinônimo: Rubus brasiliensis)

Família
Rosáceas

Nome comum
Amora-preta, framboesa-negra, blackberry (inglês)

Origem
Europa, América do Norte e América do Sul

Introdução
A cultura da b(Rubus spp.) é uma promissora alternativa de renda principalmente para as pequenas propriedades familiares, em razão dos custos de implantação e de manutenção do pomar serem relativamente baixos quando comparados aos de outras fruteiras; por tratar-se de uma cultura rústica, com menor incidência de pragas e maior adaptação aos diferentes tipos de solo e condições climáticas; e pela produção poder ser destinada ao mercado de frutas frescas e/ou ao processamento industrial.

O sabor diferenciado e as propriedades nutracêuticas são os principais atrativos da amora-preta, havendo mercado no Brasil e no exterior, tanto para consumo in natura como da fruta industrializada, nas formas de geléias, sucos, doces em pasta, sorvetes, iogurtes e tortas.

Atualmente, estima-se que a área cultivada com amora-preta no Brasil esteja ao redor de 250 hectares (Raseira, 2004). Segundo informações de viveiristas, esta área deve aumentar consideravelmente neste ano, em função das perspectivas de mercado existentes.

A amora-preta pertence à família Rosacea e, gênero Rubus, sendo conhecidas mais de trezentas espécies (Santos et al., 1997). As espécies de bapresentam grande variabilidade quanto às características morfológicas e organolépticas dos frutos, hábito de crescimento das plantas, adaptação aos agroecossistemas e exigências climáticas. Estas

Produção de mudas de amora-preta por meio de cultura de tecidos características devem ser cuidadosamente analisadas quando da escolha da cultivar a ser utilizada na implantação do pomar.

A temperatura é um dos principais fatores limitantes à produção de amora-preta. A cultura requer uma combinação de horas de frio (abaixo de 7,2oC), nas estações mais frias, variando de 100 a até 1.000 horas, em função da espécie/cultivar, e calor abundante, nas estações mais quentes, para que ocorram adequadas brotação, floração e produtividade. Por essas razões, a cultura da amora-preta é recomendada, principalmente, para o Estado do Rio Grande do Sul e para as regiões de microclima de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

A implantação do pomar com mudas de qualidade é uma etapa essencial para o sucesso da produção de amora-preta. A muda com fidelidade genética, padrão fitotécnico adequado e isenta de patógenos potencializa o nível de resposta a toda tecnologia empregada no processo produtivo. Embora esse tipo de muda geralmente apresente um custo maior, trata-se de um investimento com retorno garantido em termos de produtividade e de qualidade da fruta. Mais do que isso, trata-se de um componente decisivo para o sucesso do agricultor, por proporcionar redução de custos, principalmente com defensivos químicos, e maior competitividade no mercado, o qual tem apresentado aumento constante do nível de exigência dos consumidores.

Descrição e característica da planta
A amora-preta é um arbusto, porte ereto, semi-ereto ou rasteiro, pode chegar a 2 metros de altura, caule flexível e a maioria das variedades é coberta por espinhos. As flores são brancas ou rosadas. Os frutos são levemente alongados, quase arredondados, comestíveis, inicialmente vermelhos e depois pretos, quando bem maduros.

Aquilo que chamamos de fruto é um agregado de dezenas de frutos verdadeiros, denominados mini-drupa ou drupete, porque no interior de cada bolinha contém uma semente pequena. Uma característica interessante dessa planta é a necessidade de substituição total da parte aérea após as colheitas.

As raízes são permanentes e delas formam as brotações que se desenvolvem, florescem e frutificam nos ramos do ano. Durante o desenvolvimento vegetativo, há necessidade de podas de limpeza, que consiste na eliminação de brotos laterais indesejáveis, ramos doentes ou fracos, pois isso favorece a frutificação e o bom desenvolvimento dos frutos.

A cultura da amoreira-preta é ideal para pequenas propriedades em regiões de clima frio a ameno, principalmente pelo baixo custo de sua implantação e manutenção, manejo simples, rusticidade e pouco ou nenhum uso de defensivos agrícolas para o controle de pragas e doenças. Os frutos maduros merecem cuidados especiais porque são sensíveis ao manuseio e à luz solar direta para não afetar a sua cor preta.

A longevidade da cultura pode chegar a 15 anos. Existem muitas variedades e seleções locais de amora-preta com grande variabilidade genética para várias características, como porte de plantas, presença ou ausência de espinhos, maior ou menor exigência de frio para frutificação, tamanho, firmeza e acidez dos frutos, produtividade, vigor das plantas, entre outras.

Variedades

a) sem espinho
Ébano (porte rasteiro)

b) com espinho
Brazos (porte semi-ereto), Comanche, Cherokee, Tupy, Guarani, Negrita e Caigangue (porte ereto). (Fonte: Boletim 200 do Instituto Agronômico de Campinas. Instruções Agrícolas para as principais culturas econômicas. 6ª edição. IAC, Campinas, SP. 1998. 393 p.). A propagação é feita principalmente pela retirada de brotações das raízes, ou através do enraizamento de caules herbáceos ou por mudas obtidas através de cultura de meristema em laboratório.

Produção e produtividade
Os produtores tradicionais nas Américas são os Estados Unidos e o Chile. No Brasil, o estado do Rio Grande do Sul é o pioneiro na produção dessa fruta e o maior produtor, com cerca de 700 toneladas por ano. Os estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais vem aumentando tanto na área plantada quanto na produção. Os resultados experimentais de produção de frutos, em condições favoráveis no Rio Grande do Sul, foram os seguintes: 1º ano – 2,5 toneladas de frutos por hectare; 2º ano – 5 t. por hectare; 3º ano – 12 a 15 t. por hectare.

Assim como a framboesa, a amoreira faz parte do grupo de plantas do gênero Rubus, sendo cultivada na Ásia norte ocidental, Europa, América do Norte e outras regiões de clima temperado. Suas exigências climáticas são bastante semelhantes às do morangueiro.

A amora é indicada para a cultivação em pequenas propriedades, principalmente em regiões mais frias, como no sul do Brasil. É recomendável fazer o plantio nos meses mais frios do ano. No entanto, a planta pode ser encontrada de forma subespontânea em várias regiões do Brasil com clima um pouco mais quente. A colheita da fruta vai de setembro a novembro.

A amora é uma fruta altamente nutritiva de sabor doce e um pouco ácida. Composta por 85% de água e vários minerais e vitaminas, a fruta é indicada no controle de hemorragias e da pressão arterial, além de exercer uma função antioxidante.

A amora é apreciada in natura ou usada na fabricação de geléias, sucos, doces, sorvetes, vinhos, licores, etc. Existe um grande número de espécies. A classificação de todas as espécies de amoras é difícil, uma vez que a hibridização entre espécies é freqüente.


Como Comprar
Fruta extremamente perecível, deve ser consumida ou usada logo após ter sido colhida. Por isso, praticamente inexiste o comércio da amora natural, prevalecendo produtos processados, como geléias, compotas ou xaropes.

Como Conservar
As amoras podem ser conservadas em compotas ralas, depois de fervidas durante três a quatro min., com peso igual de açúcar. Neste caso, não se adiciona calda, deixando apenas a que se formou durante o cozimento.

Como Consumir
Pode ser consumida crua e como base para alimentos preparados

RECEITAS

  • Licor de Amora
Ingredientes:
· 1 kg de amora
· 1 kg de açúcar
· 1 litro de aguardente de cana de açúcar
Preparação:
1. Colocar tudo de infusão dentro de uma garrafa de boca larga durante 3 meses agitando todos os dias.
Por fim coa-se e guarda-se em garrafas.


Uma deliciosa torta que pode ser preparada em menos de 1 hora.
Ingredientes
■3 xícaras (chá) de amora
■2 xícaras (chá) de farinha de trigo
■2 xícaras (chá) de açúcar
■1 xícara (chá) de amido de milho
■1 xícara (chá) de leite
■3 colheres (sopa) de margarina
■1 colher (sopa) de fermento em pó
■3 ovos
Margarina e farinha de trigo para untar e enfarinhar

Farofa da Receita de Torta Cookie de Amora
■2 xícaras (chá) de farinha de trigo
■1 xícara (chá) de açúcar
■2 colheres (sopa) de margarina
■1 colher (sopa) de óleo
■Canela em pó a gosto
Modo de Preparo
Junte a margarina, o açúcar e os ovos e bata até que se torne um creme. Adicione o amido de milho, o fermento, a farinha de trigo, o leite e mexa bem. Unte e enfarinhe uma fôrma, despeje a massa e use as amoras lavadas e secas para cobrir. Separadamente, junte o açúcar, a canela, o óleo, a farinha de trigo, a margarina e misture bem. Espalhe essa farofa sobre as amoras e leve para assar em forno pré-aquecido a 180º C por aproximadamente 35 minutos.

  • Geléia de amora
2 kg de amora
1 1/2 xícaras de água
500 g de açúcar

Modo de fazer:
Lave as amoras e coloque-as em uma panela com água. Ferva até que fiquem macias e desmanchando. Passe tudo por um pano fino. Leve ao fogo com o açúcar e ferva mais um pouco, até engrossar. Se quiser conservar a geléia, coloque em vidros e esterilize em banho-maria, fechando bem para melhor conservação.


FONTE

Caixa da Preta

CEASA

CHÁ AMORA MIÚRA

BRASIL ESCOLA


19 comentários:

  1. É verdade que amora serve para ferida na boca?

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua pesquisa, uma das melhores que encontrei na net, mt obrigada, estou usando amora ...mas ao recomendar para uma amigo procurava fontes confiáveis, paz e bem...pra vc tb, abço, Ruth,
    libelulario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por deixar aqui seu comentário!

    ResponderExcluir
  4. sera que é verdade que emagrece mesmo.vou prova

    ResponderExcluir
  5. Olá! Essa amora da qual você fala é aquele que é uma árvore ou a rasteira? Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/plantas-medicinais-amora.html

      Excluir
  6. a partir de hoje, vou tomar chá de amora! Já tomo chá verde, linhaça e agora amora com certeza.

    ResponderExcluir
  7. minha irmã emagreceu 32kg com o chá de amoura e eu foi no ritmo e já perdie 12kg eu amo esse chá e recomendo é perfeito!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi neta, e dai continuasse emagrencendo depois disso?

      Excluir
    2. oi moça gostaria de saber mais informações sobre vc e sua irma de como vcs tomam e como foram perdendo o peso meu email jheinisrosana@gmail.com agradeço muito vcs desde já obrg

      Excluir
  8. eu só tenho uma duvida ele é abortivo?????

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo blog! Muito informativo e relevante!

    ResponderExcluir
  10. Amora miura e amora tem os mesmos benefícios. Por favor me esclareça.

    ResponderExcluir
  11. OLÁ GOSTARIA SE PESSOÃ MUITO MAGRA ,BAIXO PESO, COMO OSTOPOROSE , PODE TOMAR O CHA PARA REPOR HORMONIOS , OBRIGADA.

    ResponderExcluir
  12. Olá gostaria de saber se tem alguma forma de tomar sem perder peso....E sim somente Para reposição hormonal...Grata...Aguardo Resposta..!!

    ResponderExcluir
  13. Olá tudo bem? O chá de amora tem comprovação científica de seus efeitos benéficos, em especial para mulheres na menopausa, e não apresenta efeitos tóxicos na quantidade indicada. Ver os links para os trabalhos científicos na página:

    http://www.noticiasnaturais.com/2014/01/o-milagre-do-cha-de-folhas-de-amoras/

    ResponderExcluir
  14. o chá da folha da amora da amora , e muito bom para emagrecer, tomei durante 15 dias perdi 5 quilos, este chá tem poder.

    ResponderExcluir
  15. Quem teve câncer de mama pode tomar amora miura?

    ResponderExcluir