sexta-feira, 10 de junho de 2016

Chá de levístico


Antigamente o chá de levístico era chamado em francês de luveshe ou em inglês deloveache, que significa “dor do amor”. Já o seu nome científico é Levisticum officinale. No Brasil o chá de levístico, é conhecido também como levítico, erva-maggi ou folhas de ligústica. Sua planta pertence à família das Apiaceae.

A planta levístico cresce até aproximadamente dois metros de altura e suas folhas possuem o formato de pequenos triângulos. As flores desta planta desabrocham no verão tendo uma tonalidade de cor que varia entre verde e amarelo. Sua folhagem possui cheiro característico, lembrando uma mistura do aroma do aipo, porém, é ainda mais forte, com toques sutis que lembram cheiro de limão. O caule do levístico é oco e suas sementes também possuem um forte sabor, apresentando uma vaga semelhança com o do cravo.

A planta inteira pode ser utilizada na alimentação, sendo as folhas consumidas cruas ou cozidas como o aipo, ou usadas como tempero, podendo ser usadas no lugar da salsa ou salsinha, embora seu sabor seja mais forte. As sementes (na verdade frutos secos contendo as sementes) são parecidas com as sementes do funcho e do cominho, e podem ser usadas em pães, doces, biscoitos e como especiaria. Já as raízes têm um sabor muito forte, mas também podem ser consumidas cruas ou cozidas, e quando secas e raladas podem ser usadas como condimento. Esta planta também é utilizada para diversos fins medicinais.

Para a realização do chá de levístico de forma medicinal, utiliza-se da planta a raiz, as folhas e as sementes. Já dentro da culinária utilizamos o caule, a raiz, as folhas e sementes. Dentro da gastronomia a planta pode ser utilizada com as folhas frescas ou desidratadas. Uma ótima dica para preservar suas propriedades e usar posteriormente é congelando as folhas frescas da planta.

Levístico

Principais benefícios e propriedades

Com propriedades afrodisíaca, diurética, anestésica, emenagoga, antilítica, cicatrizante, colerética, expectorante, tônica, colagoga e estomáquica, a planta foi usada desde a América Colonial para tratar icterícia e para limpar tumores.

Seu uso é indicado para tratamento de afecções do peito, amenorreia, cálculo renal, cistite, dores da gota e do reumatismo, problemas do estômago e do fígado, feridas, catarro, dores de cabeça, entre outras.
  • Estimula a produção de suor no organismo;
  • Ajuda e prevenir desconforto no sistema digestivo, diminuindo sintomas, como por exemplo, os gases;
  • Possui efeito expectorante, ideal para ser utilizado durante uma forte gripe ou resfriado;
  • Proporciona alívio nas cólicas durante a menstruação, pois possui efeito anestésico;
  • Possui propriedades cicatrizantes, isto é, potencializa o efeito de anticoagulantes.

Levístico flores

Contraindicações ao chá de levístico
O chá de levístico é contraindicado às pessoas com inflamação renal e também durante a gravidez. A utilização da bebida em contato direto com a pele também pode proporcionar irritação na pele.

Chá de levístico – Como fazer?
Coloque uma xícara de água para ferver acompanhada de uma colher de chá de raiz seca de levístico. Após a fervura, coe e sirva à mesa. O chá de levístico deve ser consumido no mesmo dia, no máximo duas xícaras por pessoa.

Chá de levístico com outros sabores
Para fazer um chá de levístico com outros sabores adicione uma colher de chá de sementes de roseira-silvestre durante o processo de fervura. Coe e sirva à mesa. O chá também pode ser combinado com cravo e canela e caso queira utilizar a planta de levístico por completo, certifique-se de cozê-la um pouco.

Nativa da Europa, a planta vem sendo usada há mais de 500 anos para fins medicinais e em temperos. Quando plantada em sementes, cresce bem, mas todas as primaveras podem ser colhidas mudas que devem ser transplantadas em solos ricos. Ao final de junho ou começo de julho, as folhas e talos podem ser colhidos. É muito usada na fabricação de alguns temperos, e pode ser encontrada à venda em lojas de produtos naturais, além de mercados naturais e farmácias de manipulação.

FONTE

domingo, 5 de junho de 2016

Uva passa


Conhecida como Kishmish na Índia, seu uso medicinal é justificado por múltiplos benefícios, como 
prevenir câncer, Alzheimer, Parkinson e demência. Assim como as uvas, a uva passa possui vitaminas de complexo A e B, Cálcio, Cobre, Ferro, Magnésio, Manganês, Potássio, Zinco, e o Resveratrol, sendo este último um importante polifenol que pode agir com ação anti-inflamatória e anti-inflamatória, muito desejada por pessoas que desejam garantir uma melhor qualidade de vida, junto à boa forma. Você ainda pode encontrar antocianinas, além da uva passas não conter glúten, o que agrada àqueles que lidam com intolerância.

É preciso bem mais que um cacho de uvas para fazer um punhado de passas. Três quilos e meio de uva fresca vão dar um quilo de passas. O fruto desidratado concentra inúmeros nutrientes, dentre eles, vitaminas e minerais importantes para a manutenção da saúde corporal, podendo ser incorporada facilmente à dieta, a uva passa pode ser utilizada não só em receitas doces, como também em combinações exóticas.

A uva passa não oferece prejuízo às dietas, pois é utilizada de forma sutil nas receitas, e 100 gramas contêm em média 299 calorias. 


Globo Repórter: Quer dizer que uma uvinha passa é mais potente e poderosa do que uma uva que a gente tira do cacho?

Gildo Almeida, biomédico da Embrapa: Sim, porque você removeu a água e tudo que tinha na uva. Vai ficar mais concentrado, quando você tira a água, vitaminas A, B e K ficarão presentes na uva.

Globo Repórter: O famoso resveratrol está aqui?

Gildo Almeida: Está. E os polifenóis, os antioxidantes. Ela protege, previne, por exemplo, doenças como câncer, Alzheimer, Parkinson e demência. O boro que tem dentro dessas passas vai evitar que as pessoas na menopausa tenham perda óssea. Então, protege inclusive pessoas idosas contra algumas doenças que acometem o osso. Todo mundo pode comer uva passa, menos aqueles que tem restrição em açúcar.


E se as passas estiverem no biscoito? E se o biscoito fosse feito de farinha de uva?

A receita é fruto do doutorado da nutricionista Emília Ishimoto na Faculdade de Saúde Pública da USP. "Aqui tem fibras, além dos antioxidantes, e um tipo de fibra especial para diminuir o colesterol. Não é uma fibra comum - por exemplo, a fibra da aveia - é uma fibra diferente que só tem na uva", conta Emília Ishimoto, nutricionista da USP.

A farinha de uva é feita justamente com o que sobra da produção do suco ou do vinho. “Do ponto de vista de propriedades pra saúde é incrível, mas o que a gente joga fora é mais rico para a saúde. O efeito maior está na casca e na semente”, diz Emília Ishimoto.
Para mim, a uva é a fruta mais completa que tem: ela te dá um produto para qualquer momento da sua vida. ‘Ah, eu quero comemorar hoje’ - tem um espumante para ti comemorar. ‘Ah, eu quero tomar algo com meu alimento’ – tem o vinho. ‘Sou criança’ - tem suco, tem sempre uma alternativa. Além de ter um valor social muito grande para a nossa região aqui. Muitas famílias sobreviveram e vivem até hoje em função dessa uva, que apesar de tão pequena tem tanto valor, sentimental, social e econômico para o nosso estado”, afirma a biomédica Caroline Dani.

Aprenda a fazer barra de cereal de uva (Foto: TV GLOBO)

BARRA DE CEREAL DE UVA
Ingredientes:- 1 xícara (de chá) de aveia em flocos grandes- 1/2 de xícara (de chá) de flocos de quinoa branca- 1 de xícara (de chá) de farinha de uva- 1/3 de xícara (de chá) de uvas passas- 1/2 xícara (de chá) de nozes picadas- 3 bananas maduras amassadas com o garfo
Modo de Preparo:Primeiramente lave a quinoa, escorra, e em seguida bata em um processador com a aveia. Acrescente aos poucos a farinha de uva e continue batendo. Acrescente metade da quantidade de uva passa, assim como metade da quantidade de nozes picadas.

A outra parte destes ingredientes você usará para finalizar a barrinha. Continue batendo, adicione à mistura as bananas nanicas amassadas, e pare de bater quando ficar uma massa homogênea. Em uma assadeira forrada com papel vegetal ou alumínio, distribua a massa. 
Coloque as uvas passas e as nozes restantes, apertando levemente para acomodá-las. Asse em forno médio pré-aquecido por 25 minutos. Retire e espere esfriar completamente. Corte no tamanho desejado.

Obs: Essa barrinha caseira é extremamente nutritiva, ajuda quem tem constipação intestinal e é livre de açúcar. Você também pode adaptar a receita a seu gosto, substituindo por outros ingredientes, como castanha de caju (sem sal), amêndoas, avelã ou linhaça.


Benefícios da uva-passa

    A uva-passa tem efeitos benéficos praticamente em todos os sistemas do corpo, também podem ser substituídas no lugar dos doces ou chocolates da vida, ou seja, além de conter açúcares naturais, possui também vitamina B, vitamina C, vitamina E e vitamina K. Portanto, a uva-passa é uma forma alternativa para quem faz uma reeducação alimentar, mas cuidado, não é porque ela seja mais nutritiva.

    Fonte de Energia: A uva-passa contém açúcares, tais como frutose e glicose, ou seja, ideal para quem pratica esportes ou atividades físicas. Essa frutinha seca também ajuda na absorção de vitaminas contidas em outros alimentos, ajudando assim na construção do sistema imunológico.

    Benefício na Digestão: Após a ingestão da uva-passa, ela naturalmente absorve água, pois como nós sabemos, ela é nada mais que uma uva desidratada, resolvendo de vez aquela constipação, fazendo seu intestino funcionar melhor.

    Melhora a Saúde Bucal: Você sabia que a uva-passa evita cáries e a proliferação de bactérias que causam a gengivite, dentre outras? Pois é, ao contrário do que todos pensam, essa frutinha seca contém ácido aleanólico, evitando assim doenças bucais, isso não é maravilhoso? =)

    Melhora a Saúde Óssea: Por ser excelente fonte de cálcio, a uva-passa evita problemas de osteoporose ou doenças similares nos ossos por problemas de descalcificação, pois é rica em boro e ajuda na absorção de cálcio, auxiliando na formação dos ossos. Faz bem às mulheres que estão na menopausa ingerir este alimento.

    Diminuição do Ácido no Sangue: Como sabemos, o excesso de acidez no sangue, pode desencadear sérias doenças no corpo, tais como problemas cardíacos, artrite, pedras nos rins e gota. Resumindo, tanto a uva normal como a uva-passa, são ricas em magnésio e potássio, por ser diurética também (uva normal) faz com que as toxinas do corpo saiam através da urina, desintoxicando seu sangue e filtrando seus rins. Uma boa dica!

    Trata Infecções: A uva-passa contém uma substância que tem propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, chamada de fitonutrientes polifenólicos, fazendo com que as bactérias que causam inflamações no corpo morram, baixando assim a febre.

    Protege os Olhos: Essa mesma substância existente na uva-passa que falei acima, protege também os olhos, evitando o desenvolvimento da catarata, degeneração macular, cegueira e outros problemas visuais.

    Trata a Anemia: A uva-passa, além das vitaminas existentes, é rica em ferro e cobre que ajudam na formação de glóbulos vermelhos, evitando a anemia, fazendo com que a coagulação do sangue seja mais rápida, colaborando na cicatrização das feridas.

    Prevenção do Câncer: Por possuir um antioxidante conhecido como catequina, que protege o organismo contra os radicais livres, evitando o desenvolvimento de tumores, principalmente o câncer de cólon. 

    "Catequina é um fitonutriente da família dos polifenóis, e tem uma forte ação antioxidante. Está presente de forma natural em alguns alimentos. Inúmeros estudos demonstram que os polifenóis presentes na planta do chá verde (Camellia sinensis) apresentam propriedades que atuam de forma benéfica em algumas doenças como a diabetes mellitus tipo 1, as cardiopatias, as infecções virais, as inflamações em doenças degenerativas ou mesmo o cancro e o envelhecimento."

    Afrodisíaco: A uva-passa possui um aminoácido chamado arginina, além de estar em quase todos benefícios que falei, tais como cicatrização, proteção do sistema cardiovascular, ajuda também a evitar o cansaço mental, é também um grande estimulante natural, aumentando o apetite sexual tanto em homens quanto em mulheres, tais alimentos são encontrados em chocolates e guaranás, por exemplo.



    FONTE


http://www.wickbold.com.br/comer-uva-passa-faz-bem

http://jamileamate.blogspot.com.br/2015/02/culinaria-uva-ao-leite-lait-de-raisin.html

sábado, 4 de junho de 2016

Hortelã


A Hortelã descrita como uma das ervas mais usadas no mundo da culinária. é conhecida por seu aroma único e por acrescentar uma mistura de frescor aos pratos. Sua característica verde e vibrante faz com que pareça ainda mais exótica; sendo usada em vários pratos por causa do seu aroma.

Conheça os principais usos e benefícios da Hortelã

Amplamente utilizada em gomas de mascar, vários anti-séptico bucal e creme dental; chás, vitaminas, sorvetes, xaropes, doces, salgados, carnes, saladas, sucos, omeletes, molhos... Tem poucas calorias, mas contém muitos nutrientes; a hortelã fornece apenas 70 calorias por 100 gramas de seu consumo. Rica fonte de fibra dietética e de Proteína; de Vitamina C, vitamina B e Vitamina D e minerais como Magnésio, Ferro, sódio e Potássio, suas propriedades medicinais fazem maravilhas pelo sistema digestivo. 

Benefícios da Hortelã para as funções digestivas:

A Hortelã ajuda no fortalecimento dos órgãos digestivos e auxilia em uma digestão eficiente. Aciona o funcionamento das glândulas salivares e várias enzimas digestivas, que ajuda na digestão. É amplamente consumida para dores de estômago e indigestão.

Sabe-se que a Hortelã proporciona um efeito de arrefecimento e alivia os tratos digestivos. O Chá de Hortelã é frequentemente consumido para combater prisão de ventre, pois é rico em fibras dietéticas que contribuem com o movimento do intestino.


Benefícios da Hortelã para estresse:

A Hortelã tem um forte aroma que o torna útil no alívio do estresse. Óleo de hortelã é usado em vários medicamentos para evitar dores de cabeça e o tratamento da depressão. Muitos perfumes e sabonetes aromáticos também estão disponíveis, que ajuda a elevar o humor, podendo ser mantidos embaixo do travesseiro, a fim de obter um efeito relaxante e de Boa Noite de Sono.

Benefícios da Hortelã na Prevenção de resfriado:

A Hortelã consumida para prevenir muitas doenças respiratórias, é útil contra infecções de garganta. Seu cheiro forte ajuda na limpeza da traqueia e remove o bloqueio nariz e congestões respiratórias. e tem excelente benefícios conta a asma por causa do seu aroma.


Benefícios da Hortelã para a pele:

A Hortelã é muito benéfico para a pele. Tem propriedades anti-inflamatórias e é ante-pruriginosas; ele pode ser aplicada diretamente sobre as áreas que coçam; pode ser usada como um purificador para remover a pele morta; podendo trazer brilho a pele. Excelente fonte de antioxidantes e contém ácido rosmarínico, ajuda a combater os radicais livres e protege a pele contra o câncer de pele, também pode ser aplicada para a acne e espinhas; tendo efeito calmante e refrescante, ajuda na prevenção de acnes.



FONTE

http://www.saudedica.com.br/hortela