sábado, 5 de dezembro de 2015

Leite vegetal: 13 receitas fáceis para você fazer em casa


Para veganos e intolerantes ou alérgicos aos leites animais, os leites vegetais são grandes aliados para o consumo ou em receitas. Aprenda a fazê-los em casa


Os leites vegetais são grandes aliados para quem faz uso de dietas que restringem leites de origem animal, como é o caso dos veganos. Quem tem intolerância ou alergia à lactose, ou ainda outro elemento presente nos leites animais, também costuma substituir leites animais pelos vegetais em suas refeições.

Geralmente, existe pouca variedade de leites vegetais disponíveis nos supermercados comuns, e quando são encontrados, apresentam um preço bem elevado. Outra desvantagem dos leites vegetais industrializados é que quase sempre apresentam conservantes, corantes, açúcar e adoçantes, o que faz muitas propriedades desses leites se perderem.

Uma alternativa aos leites vegetais industrializados é fazê-los em casa. O processo para obter leite de diferentes tipos de grãos e cereais é bem parecido. Na maioria das vezes é necessário deixar o grão ou cereal de molho durante algumas horas, bater com água e coar, porém não é regra. Em alguns casos não é necessário nem deixar de molho ou ainda coar, tornando o processo mais prático.


Confira abaixo 13 receitas de diferentes leites vegetais e aprenda a fazer em casa:

1. Leite de soja: dentre os leites vegetais, o leite de soja é o mais mais conhecido. Para fazê-lo basta deixar a soja de molho durante 12 horas, bater no liquidificador com 3 xícaras de água para cada xícara de soja, coar e cozinhar o líquido até a espuma sumir. Com o resíduo do leite, chamado okara, é possível fazer bolos, bolachas e até mesmo adicionar ao suco verde.

2. Leite de amendoim: o leite de amendoim tem sabor similar ao leite de amêndoas, com a vantagem de ser mais econômico. Existem diversas formas de obter esse leite, a depender do gosto de quem irá prepará-lo. Ele pode ser apenas deixado de molho, batido e coado, ou como apresentado na receita, o leite pode ser cozido. Outra opção também é torrar o amendoim antes de deixá-lo de molho. O resíduo do leite é ideal para o preparo de quitutes doces como bolos, bolachas e cookies.

3. Leite de amêndoas: além de ser consumido puro, o leite de amêndoas é ideal para ser utilizado em receitas, já que seu sabor é um dos mais neutros dentre os leites vegetais. Para fazê-lo basta deixar as amêndoas de molho por pelo menos 12 horas, bater no liquidificador utilizando 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas. Se desejar, adicione essência de baunilha.

4. Leite de gergelim: o gergelim é um ótimo alimento para diminuir o colesterol ruim e, além disso, o seu leite apresenta mais cálcio que o leite de vaca. Para preparar o leite de gergelim você pode utilizar o gergelim preto ou bege. Deixe-o de molho de 8 à 12 horas, bata no liquidificador com 3 ou 4 xícaras de água e coe. Com o resíduo do leite é possível fazer uma ricota de gergelim.

5. Leite de linhaça: a linhaça tem a função adstringente, ou seja, é uma ótima aliada na perda de gordura. O uso dessa semente também está associado ao tratamento de problemas na pele como ressecamento, psoríase, acnes e alergias.

Para fazer o leite de linhaça deixe as sementes hidratando em água durante 8 horas. Depois, bata bem no liquidificador a linhaça com água, utilizando 1 copo de água para cada 2 colheres de linhaça. Finalize coando. A dica da autora da receita é também substituir a água por água de coco ou ainda por um chá de sua preferência ao fazer o leite de linhaça.

6. Leite de semente de abóbora: as sementes de abóboras muitas vezes são descartadas para apenas a polpa da abóbora ser consumida. É possível fazer um leite vegetal super nutritivo com essa semente que geralmente vai para o lixo. Para fazer esse leite basta deixar as sementes de molho por 12 horas. Para cada xícara de sementes use 4 xícaras de água, bata no liquidificador e coe.

7. Leite de aveia: a maior vantagem desse leite é o tempo de preparo. Diferente dos demais leites vegetais, a aveia não precisa ser deixada de molho, o leite não é cozido e o preparo é finalizado em poucos minutos. Para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos utilize 4 xícaras de água. Bata no liquidificador e coe. O leite dura aproximadamente 3 dias na geladeira.

8. Leite de arroz: o leite de arroz é um dos leites vegetais com textura mais fina. Não é preciso deixar o arroz de molho, mas é preciso cozinhar. Para o preparo utilize 1 litro de água para cada xícara de arroz, que pode ser branco ou integral. Cozinhe por 15 minutos, bata no liquidificador e coe. O resíduo pode ser utilizado em pratos salgados como sopas, caldos e tortas.

9. Leite de castanhas do Pará: o leite de castanhas do Pará é um ótimo substituto para o leite de vaca em pratos salgados. Pode ser usado no molho branco e pode substituir o creme de leite. Para fazê-lo utilize 500ml de água para cada 8 castanhas, bata as castanhas no liquidificador, adicione a água e coe.

10. Leite de castanha de caju: para fazer esse leite utilize 1 litro de água para cada 100g de castanha de caju. Deixe de molho por ao menos 8 horas, bata no liquidificador as castanhas com 300ml de água durante 1 minuto, adicione as demais 700ml de água e bata bem. Coe em um pano bem fino para que não passe nenhum resíduo. Se desejar adicione essência de baunilha.

11. Leite de nozes: as propriedades medicinais das nozes são muitas. Entre elas estão a redução do risco de diabetes e o aumento nos níveis de serotonina, responsáveis pelo bom humor. Para fazer o leite de nozes basta bater 2 copos de água para cada copo de nozes e coar até obter a textura desejada.

12. Leite de girassol e inhame: esse leite é muito energético e ótima fonte de vitamina E. Para prepará-lo deixe as sementes de girassol de molho durante 12 horas. Depois, bata as sementes de girassol com água e um inhame pequeno descascado e picado. O leite pode ser guardado por apenas um dia, na geladeira.

13. Leite de quinoa: o leite de quinoa é rápido e fácil de ser preparado. Utilize 2 xícaras de água para 4 colheres de quinoa. Coloque tudo dentro do liquidificador e deixe de molho durante 15 minutos. Depois bata durante 1 minuto e está pronto. Não é necessário coar.

6 vantagens do consumo de leite vegetal


Para veganos e intolerantes ou alérgicos aos leites animais, sabemos que os leites vegetais são ótimas escolhas. A nutricionista Roseli Ueno Ninomiya informa, porém, que os leites vegetais podem não apresentar proteínas, cálcio e outras propriedades presentes nos leites animais. A nutricionista afirma também que prefere a denominação bebida vegetal: “não é porque é feita de arroz que terá proteínas, ou mesmo as de quinoa tem baixíssima quantidade de proteínas”, informa Roseli.

As bebidas ou leites vegetais, no entanto, podem apresentar várias vantagens e propriedades diferentes em relação aos leites animais. Com a ajuda da nutricionista Roseli Ueno Ninomiya listamos abaixo algumas vantagens do consumo de bebidas vegetais, confira:

1. Podem ser consumidos por qualquer pessoa, desde que a mesma não apresente alergia ao vegetal utilizado para fazer o leite;

2. São ótimas opções de hidratação para se tomar ao longo do dia;

3. Para dietas com restrição de leite animal podem funcionar como substitutos em receitas como bolos, pães, cremes, tortas e outras;

4. Não possuem gorduras saturadas, portanto não aumentam o colesterol ruim;

5. São fontes de minerais como o potássio e vitaminas do complexo B;

6. Dependendo do vegetal utilizado para o preparo são ótimas fontes de fibra.

Seguindo uma alimentação saudável e balanceada, os leites vegetais podem complementar a sua dieta. Lembrando que cada pessoa pode ter necessidades especificas para o consumo de nutrientes diários. Consulte um nutricionista para saber as suas.


fonte

http://www.dicasdemulher.com.br/leite-vegetal/

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Beneficios da Couve-Flor para a saúde


A Couve-flor é um crucíferas vegetal e é uma parte da família Brassicaceae. Suas florzinhas são normalmente consumidas, embora as folhas e caules também podem ser comido. Couve-flor é geralmente cozido no vapor, grelhado para uso em várias cozinhas. Encontrado em vários tamanhos e cores como branco, laranja e roxo; Couve-flor tem uma infinidade de benefícios para oferecer. Vamos dar uma olhada nos benefícios nutricionais da Couve-flor.

Couve-flor é um vegetal baixa energia. Ele fornece apenas cerca de 30 calorias por 100 gramas de seu consumo. Quase 90% da água que ele contém. Além disso, a Couve-flor é rica em carboidratos, fibras alimentares e as vitaminas como a vitamina-B, Vitamina C, Vitamina E e Vitamina K. é os Minerais, tais como Ferro, Cálcio, Potássio, Magnésio e sódio.

Os Benefícios da Couve-Flor

Couve-flor Previne o Câncer: A Couve-flor contém glocosinolates que contém enxofre. Eles são conhecidos por serem úteis como contra o câncer e inibem o crescimento das células cancerígenas.Couve-flor também é rico em antioxidantes, como kaempferol, ácido ferúlico, ácido cinâmico e ácido cafeico. Estes antioxidantes ajuda na restrição do processo de oxidação devido a radicais livres. Pulmão, mama e o câncer de bexiga podem ser combatida por ele.

Couve-flor é Anti-inflamatório: A Couve-flor tem propriedades anti-inflamatórias. Isso é devido à presença de glocosinolates e isotiocianatos. Ele também contém Vitamina K e ômega-3. Além disso, oCouve-flor podem ajudar a reduzir o inchaço e doenças como artrite e doenças intestinais.

Couve-flor Ajuda a Digestão: A Couve-flor é rica em fibras dietéticas, glocosinolates e sulforafano. Estes compostos ajudam a proteger o revestimento do estômago e evitar o crescimento de bactérias nocivas.

Benefícios do Couve-flor Para a Pele: A Couve-flor é rica em antioxidantes e vitamina C. Eles são realmente benéficos para a pele. Portanto, eles podem ajudar a prevenir os radicais livres, evitando assim rugas e pigmentação. Além disso, a Vitamina C também podem ajudar a tornar a pele mais radiante e jovem.

Outros Benefícios da Couve-flor 

Couve-flor é rica em vitamina K, que desempenha um papel importante no desenvolvimento de células ósseas. Ele também ajuda a diminuir a quantidade de sangramento durante a lesões, pois ajuda na coagulação do sangue. 

Couve-flor é recomendado para mulheres grávidas, pois é rica em folatos e vitaminas A e B. Elas podem ajudar no desenvolvimento de feto saudável. 

Couve-flor tem propriedades anti-inflamatórias, assim, pode manter o vaso sanguíneo flexível e eficiente. O sulforafano ainda ajuda em reverter danos nos vasos sanguíneos. Ele também contém alicina, que podem reduzir as chances de ataques cardíacos e derrames.

A Couve-flor Podem ser consumida para aumentar a imunidade. O selênio da Couve-flor podem prevenir várias doenças virais, problemas de frio e outros relacionados com a pele. Manganês também podem ajudar na ativação e formação de enzimas.Assim, como o fósforo que podem fortalecer os ossos. 

Couve-flor pode ajudar na prevenção do resfriado comum devido ao alto teor de vitamina-C. Ele podem ser cozido e consumido como um guisado de alcançar um efeito de aquecimento. 

A Couve-flor podem ajudar na perda de peso, uma vez que fornece poucas calorias, mas grande quantidade de nutrientes. Além disso fibra dietética podem manter uma pessoa saciada.

FONTE

trxonline

sábado, 16 de maio de 2015

Mamão Papaya


Assim como todas as frutas, o mamão papaia (ou papaya) é rico em macro e micronutrientes, como vitaminas, sais minerais, fibras, e carboidratos, sendo inclusive considerado uma planta medicinal, por conter substâncias bio-ativas terapêuticas estudadas e utilizadas há muito tempo como tratamento para diversas condições orgânicas.

Entre seus muitos benefícios, pode-se apontar o fato de ser uma fonte riquíssima de vitamina C – o mamão papaia possui 10 vezes mais vitamina C que a laranja. Ainda, é rico em vitamina A, cálcio, fósforo, ferro, sódio e potássio, além de conter betacarotenos, serotonina, carpaína e papaína, uma enzima digestiva que ajuda a regulação de desordens digestivas, além de ter propriedades anti-inflamatórias.


A carpaína, também presente no mamão papaia, é um alcaloide que facilita a digestão de carne e outros alimentos pesados. Ao mesmo tempo, a grande quantidade de fibras solúveis presentes no mamão ajuda a reduzir o colesterol, enquanto o betacaroteno combate os radicais livres – retardando o processo de envelhecimento. E, o melhor, tudo isso com apenas 39 calorias a cada 100 gramas!

Além de ser usado na alimentação, o mamão também é muito utilizado em estética, em cremes, máscaras, xampus, etc. A seguir, descubra de que formas ele pode ser um grande aliado da beleza.

Benefícios do mamão papaia para cabelos e pele


Colocar o mamão papaia na alimentação diária já é, por si só, muito saudável para cabelo e pele, pois, segundo a nutricionista funcional Thaianna Costa, da Clínica Helena Costa, no Rio de Janeiro, “a beleza e a saúde da pele, cabelos e unhas está diretamente ligada a uma alimentação rica em vitaminas e minerais”. Barbara Rodriguez, nutricionista na Nutri Import, também ressalta que o fato de o mamão papaia auxiliar no funcionamento do intestino “acaba por refletir em uma pele e os cabelos mais viçosos”.

A beleza e a saúde da pele, cabelos e unhas está diretamente ligada a uma alimentação rica em vitaminas e minerais

Barbara comenta ainda que a vitamina A presente na fruta previne a queda de cabelo, e Thaianna aponta que a vitamina C “é importante na produção e manutenção do colágeno, responsável pela firmeza e sustentação da pele”, observando especialmente que o “colágeno é proteína, parte fundamental também para a saúde dos cabelos, ajudando a reconstruir a estrutura capilar.”

Porém, além de gerar grandes benefícios a partir de seu consumo, ela também pode ser utilizada diretamente sobre o local que se quer afetar, conseguindo benefícios variados de acordo com o uso e a combinação de ingredientes. Veja alguns dos usos possíveis:

  1. o mamão papaia possui propriedades curativas e cicatrizantes, que ajudam na reconstituição das células da pele, podendo ser aplicado sobre arranhões, feridas e cicatrizes.
  2. Serve como um creme antienvelhecimento natural, por sua ação antioxidante, podendo ser usado no corpo todo.
  3. Amassado e misturado a açúcar cristal, funciona como um esfoliante nutritivo.
  4. Ajuda a abrir poros entupidos, além de combater acne e espinhas.
  5. Acelera a cicatrização de queimaduras.
  6. Xampus com mamão ou papaína em sua composição são ótimos no controle da caspa.
  7. Por ter baixa concentração de sódio, impede a retenção de líquidos, melhorando a hidratação da pele (e do corpo como um todo).
  8. Aplicar mamão amassado no rosto reduz espinhas e manchas, além de uniformizar o tom da pele (do rosto e do corpo).
  9. Mamão amassado também é útil para hidratar calcanhares rachados ou ressecados.
  10. Ele também é um auxiliar no tratamento de micoses de pele.
  11. Fazendo uma pasta de mamão e mel, tem-se um fantástico hidratante para o rosto.
  12. Se a pasta for feita com mel e farinha de arroz, o creme dará um ótimo firmador para a pele (que deve ser aplicado três vezes por semana, durante 20 minutos).
  13. Mamão papaia também é um grande auxiliar para amenizar olheiras. Basta misturá-lo com leite e aplicá-lo no local, deixando por alguns minutos.
  14. Misturado a iogurte, mel, suco de limão e clara de ovo, o mamão se transforma em uma máscara de clareamento, que deve ser mantida no rosto por 20 minutos, e seguida de um protetor solar.
  15. A ingestão diária de mamão previne queda de cabelo e afinamento dos fios, fortalecendo o cabelo desde a raiz e estimulando o crescimento.
  16. Aplicado no cabelo, ajuda a limpar o couro cabeludo, além de dar mais brilho e vida aos cabelos.
Para usar o mamão papaia como máscara para o cabelo, basta bater no liquidificador:
1/2 xícara de mamão picado
1/2 xícara de banana picada
1 xícara de iogurte natural
1 colher de mel
1 colher de óleo de coco
Opcionalmente, pode se acrescentar um condicionador de sua preferência.

Cheque se não sobraram pedaços de frutas no creme. Passe nos cabelos e cubra com uma touca de banho. Após meia hora, enrole com uma toalha ou coloque uma touca térmica, aguarde mais meia hora e lave como de costume.

Benefícios do mamão papaia para a saúde como um todo


Ambas nutricionistas consultadas listam diversos benefícios para a saúde provenientes do consumo de mamão papaia. Nesse sentido, Thaianna Costa comenta que “o mamão é uma fruta muito nutritiva, contém vitaminas A, C e do complexo B, fibras e sais minerais como: potássio e fósforo. Ele possui também uma enzima chamada papaína que auxilia na digestão dos alimentos e consequentemente na absorção de nutrientes pelo organismo. Tem poder laxativo que auxilia pessoas com constipação. A vitamina C juntamente com a vitamina A vão dar uma força para imunidade, além de combater a atuação dos radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento do organismo. O mamão ainda é fonte de carotenóides que atuam na prevenção de doenças da retina.”

Barbara Rodriguez, por sua vez, explica que a fruta “possui ação antioxidante proveniente dos carotenoides, que são os pigmentos amplamente difundidos na natureza que se caracterizam por exibir cores nos alimentos. Essa ação antioxidante envolve o fortalecimento do sistema imunológico, redução do risco de doenças degenerativas como o câncer, doenças cardiovasculares, entre outras” e diz ainda que as fibras solúveis do mamão papaia ” ajudam na redução do colesterol quando associado a uma alimentação saudável e a prática de exercícios.”

Além disso, o mamão papaia é indicado popularmente para amenizar diversos desequilíbrios gastrointestinais, diabetes, tosses e problemas respiratórios, doenças degenerativas e do coração, problemas renais, eczemas, inchaços, úlceras e até mesmo olheiras. Logicamente, em muitas dessas condições, o mamão não pode ser utilizado como única forma de tratamento – é sempre importante consultar um médico especialista. Mas certamente a fruta auxilia muito na amenização dos sintomas.

Além disso, o papaia é uma fruta extremamente versátil: tudo é aproveitável para alguma coisa, e a preparação de cada parte da fruta pode ser preparada de várias formas diferentes:


Polpa

A polpa, parte interna da fruta, é a parte mais comumente utilizada e também a que mais oferece benefícios à saúde. Pode ser consumida crua – em pedaços, ou como suco ou creme. Também é possível consumir o mamão na forma de doce ou compota (feito com mais frequência a partir do mamão verde), cozido, fermentado ou em xarope.

Confira agora os milhares de benefícios trazidos pela polpa do mamão papaia.
  • O mamão papaia possui características anti-inflamatórias, antioxidantes, nutritivas, emolientes, laxantes e diuréticas.
  • Possui grande quantidade de betacaroteno, que é supostamente um auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares.
  • Rico em fibras, ajuda a reduzir e controlar os níveis de colesterol.
  • Por sua grande quantidade de antioxidantes, auxilia a evitar o envelhecimento prematuro do corpo.
  • A ingestão de mamão ajuda a regular a pressão sanguínea, sendo um auxiliar no tratamento da hipertensão devido à grande quantidade de potássio na fruta.
  • Os betacarotenos e a vitamina C presentes no mamão fortalecem o sistema imunológico, ajudando o corpo a prevenir infecções, gripes e resfriados.
  • Quando aplicado sobre ferimentos, acelera o processo de cicatrização.
  • O papaia ajuda no controle da diabetes.
  • A papaína presente na fruta ajuda na digestão, amenizando a prisão de ventre.
  • O consumo regular ajuda a prevenir infecções de cólon.
  • É um auxiliar no processo de emagrecimento, por ser uma fruta adocicada e saborosa, mas com muitas fibras e poucas calorias.
  • O consumo diário de uma fatia de mamão maduro (não pode estar verde ou semi maduro) por mulheres grávidas ajuda a evitar náuseas e enjoos matinais.
  • Possui propriedades anti-inflamatórias leves que minimizam as dores que quem sofre osteoporose, artrite e edema.
  • Ajuda a controlar irregularidades menstruais e cólicas.
Látex (seiva)

O látex é o líquido esbranquiçado que sai da casca do mamão quando ele ainda está verde. Para sua obtenção, é preciso que o fruto ainda esteja na planta. Devem ser feitos pequenos cortes na casca do mamão, durante a manhã, e deixar que o líquido escorra para dentro de um recipiente de vidro escuro. O látex precisa secar ao sol, e a retirada pode ser feita a cada 4 dias. Depois de pronto, alguns de seus usos incluem:
  1. Diluído em água, ameniza calos e verrugas.
  2. Tem efeito cicatrizante e levemente antibacteriano.
  3. Quando ingerido, é útil para controle de problemas respiratórios, como tosse, bronquite e falta de ar.
  4. Apesar desses benefícios, é preciso estar alerta pois o látex pode causar dermatites e alergias, geralmente fortes.
Flores do mamoeiro macho

Os mamoeiros são geralmente identificados como macho, fêmea ou hermafrodita, sendo que estes últimos são o de maior valor comercial, por apresentarem uma polpa mais carnuda e menor quantidade de sementes. O mamoeiro macho é reconhecido pelas suas flores e frutos, mais alongados, e pelo cabo longo que liga o fruto à árvore – cabo esse que faz com que o mamão macho seja popularmente reconhecido como “mamão de corda” ou “mamão de cabinho”. Esse é o tipo cujas flores são mais úteis para a saúde, sendo que, após secarem ao sol, podem ser usadas para fazer uma infusão ou xarope de efeito expectorante e anti-inflamatório.

Sementes

Para serem utilizadas, as sementes o mamão papaia devem ser secas e moídas. Entre as propriedades medicinais de seu consumo, temos:
Auxílio contra a prisão de ventre.
Proteção do fígado.

Detox do organismo.

Popularmente, afirma-se que o consumo de sementes de mamão também surtiria efeito contra vermes intestinais, mas esse uso foi descartado por pesquisas científicas, que provaram que o mamão tem pouquíssimo efeito sobre tais vermes.

Folhas

Como tudo no mamão, também as folhas apresentam leve função terapêutica. O chá feito com tais folhas é digestivo, e tem leve ação anti-inflamatória.

Cuidados que se deve ter com o mamão papaia



Apesar de o mamão papaia possuir inúmeras qualidades, é preciso atenção a algumas situações de risco. Algumas pessoas podem ser alérgicas à papaína, assim como ao látex, que pode inclusive causar gastrite se ingerido por pessoas com o trato gastrointestinal mais debilitado.

Além disso, o látex, presente em maior quantidade no mamão verde, pode ser prejudicial durante a gravidez, por suprimir os efeitos da progesterona na mulher, o que pode aumentar a possibilidade de um aborto. Porém, não há qualquer problema no consumo de pequenas quantidades diárias de mamão maduro durante a gravidez.

Há ainda alguns estudos que afirmam que o consumo de mamão verde diariamente funcionaria como um anticoncepcional natural, mas isso não é comprovado.

Também é importante que, sempre que possível, o mamão papaia a ser usado na alimentação seja de produção orgânica, ou seja, sem o uso de agrotóxicos. Isso porque a fruta é uma das que absorve os venenos em maios quantidade, e acaba levando isso para dentro do nosso corpo, junto com todos seus nutrientes. Uma boa higienização também é fundamental, para que o consumo resulte em mais benefícios do que malefícios.

Como inserir papaia na dieta

Com tantos benefícios, o mamão papaia é uma fruta que vale a pena ser inserida na dieta do dia a dia. Porém, nem todas as pessoas tem ideias de como inseri-la em suas refeições. Bárbara Rodriguez sugere que se consuma “½ mamão papaia no desjejum ou no lanche da tarde, acompanhado de 1 colher (sopa) de granola”.

Tanto Barbara quando Thaianna mencionam a possibilidade de se fazer sucos de mamão papaia, e sugerem que a fruta pode ser misturada a outras, como laranja, na sugestão de Barbara, se a pessoa não gostar muito do sabor do mamão papaia.

Seguindo essas sugestões, você certamente conseguirá usufruir de todos os benefícios do mamão papaia, uma fruta fundamental em todos os cardápios!

fonte

http://www.dicasdemulher.com.br/beneficios-do-mamao-papaia/

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Benefícios e Propriedades da Casca da Laranja


A laranja, uma das frutas prediletas dos brasileiros, é repleta de vitamina C, cálcio, betacaroteno e potássio. É comum o hábito de chupar a laranja e jogar a casca fora, porém essa casca é riquíssima em propriedades medicinais. De modo, que aproveitar a casca da laranja, ao invés de descarta-la, é uma ótima opção para aproveitar os diversos benefícios que ela pode trazer.

A casca de laranja pode ser comparada com a casca de maçã, quando se fala em propriedades medicinais. Sua ingestão regular otimiza o aparato digestivo. Remove gases, azia, eructação ácida, e náuseas, ajudando até a equilibrar o apetite. Os experimentos realizados também demonstram que este produto natural é de grande utilidade no combate ao colesterol e aos triglicérides, inclusive em pessoas que sofrem com tais condições em decorrência do peso corporal excessivo.

Auxilia no tratamento de problemas nas vias respiratórias, tratando a asma e reduzindo a tosse, por exemplo. Um de seus compostos, a hesperidina, foi identificado como eficaz contra a osteoporose e na prevenção do câncer de cólon. Para as finalidades descritas, há que beber 1 colher de chá do pó de casca de laranja em 1 copo de água mineral, pelo menos 3 vezes na semana.

Quando em forma de óleo essencial, são potencializadas as propriedades anti inflamatórias e anti microbianas. Este também é um excelente sedativo, podendo, ainda, ser inalado para acalmar os nervos. Se quer afastar a insônia, ou criar um ambiente “tranquilizador” em sua casa, ferva 2 mãos cheias de cascas secas em 1 litro de água, deixando em ebulição por vários minutos, para que o aroma fique “pairando” no ar.

Para a beleza, o óleo essencial desta casca é especialmente indicado para corrigir pele oleosa. Hidratar a face previamente limpa com algumas gotas transforma a tez, deixando-a macia e suave. Para os demais tipos de pele, pode-se usar o pó da casca. Umedeça uma boa quantidade, e esfregue com suavidade na face. Este esfoliante remove células mortas e cravos, proporcionando mais brilho. Já uma máscara com este pó úmido, remove manchas escuras, e agindo contra espinhas com pus, e contra a acne. Deixe por 10 minutos, 2 vezes na semana.

Para fazer o pó de casca de laranja em casa, deixe-a secando ao sol, até que mude para uma coloração mais escura. Em seguida, passe por 1 processador de alimentos. Se não possui um, apele para o bom e velho pilão. Poderá socá-las até que se transformem em pó.

Conheça os benefícios da casca de laranja:

*Trata enxaqueca, hipertensão, artrite, tem efeito emagrecedor, e conta com propriedades antioxidantes.
*Ajuda na proteção de doenças e aumenta a limpeza orgânica removendo os excessos de líquidos do nosso corpo, combatendo assim o inchaço.
*É indicado para pessoas que sofrem com casos de ansiedade, histeria, nervosismo, taquicardia e alguns problemas gastrintestinais, como: acidez estomacal, cólicas do aparelho digestivo, flatulência e má digestão.
*Ajuda no processo de digestão por ser composta de grande quantidade de fitonutrientes e flavonoides (que possuem efeito anti-inflamatório), além de aliviar sintomas de azia, flatulência, diarreia, entre outros.
*Fortalece o sistema imunológico por ser rica em vitaminas dos tipos A e C, ambas de caráter extremamente antioxidante.
*Ajuda na diminuição dos níveis de colesterol, pois contém substâncias tais como hesperidina, pectina e flavonas polimetoxiladas.
*Protege a pele dos raios ultravioletas, devido à presença do d-limoneno, uma substância que funciona como um protetor solar natural bastante eficaz.


Quer obter todos os benefícios descritos acima? Então faça o chá das cascas de laranja. É muito fácil e rápido!

1ª Opção de Chá de Casca de Laranja
Ingredientes:
– 6 laranjas
– 2 litros de água
Modo de Preparo: Descasque as laranjas e reserve as cascas; Coloque a água junto às cascas da laranja e leve para ferver, por mais ou menos 30 minutos; Coe o chá e estará pronto para consumo.

2ª Opção de Chá de casca da laranja
Ingredientes
1 litro de água
Cascas de 2 laranjas
1/2 xícara de chá de hortelã
3 colheres de sopa de mel
Modo de Preparo
Levar a água ao fogo juntamente com as cascas das 2 laranjas e as folhas de hortelã. Deixe fervendo por aproximadamente 3 minutos. Acrescente o mel. Tampe e deixe em infusão por aproximadamente 15 minutos. Depois de feito isso, basta servi-lo quente ou gelado.

3ª Opção de Chá de Casca de Laranja
O chá pode ser enriquecido com cravo-da-índia, que é anti-inflamatório e antioxidante (previne o envelhecimento das células). Deixe a casca secar num ambiente livre de umidade por 24-48 horas. Quando a casca estiver secar, ferva essa casca com 10 cravos-da-índia em um litro de água por cinco minutos e tome durante o dia.
8 incríveis propriedades de Saúde de casca de laranja:
  1. Casca de laranja é embalado com vitaminas e minerais. Ela contém vitamina C em abundância. Outras vitaminas presentes na casca de laranja incluem niacina, vitamina A, ácido fólico, riboflavina e vitaminas B5 e B6 - Cálcio é o mineral principal encontrada na casca de laranja. Mas o ferro, magnésio, zinco, selênio, cobre, potássio e fósforo estão também presentes em pequenas quantidades.
  2. Uma propriedade excelente saúde da casca de laranja é que é elevado em uma fibra natural chamada pectina. Pectina funciona como um ingrediente maravilhoso que ajuda a promover o crescimento de bactérias saudáveis no intestino. Ela também ajuda na prevenção da constipação e normalizar o nível de açúcar no sangue. Ele atua como um supressor natural do apetite, o que ajuda na prevenção de excessos. Assim, casca de laranja ajuda na perda de peso extra.
  3. Chá preparado a partir de casca de laranja ajuda na perda de peso, bem como controle de peso, devido à sua eficácia para aumentar o metabolismo do corpo. Casca de laranja bebendo chá ajuda a melhorar a resistência e energia, e, assim, acelera a eliminação de gordura acumulada a partir do corpo.
  4. Presença de duas flavonas importantes (hesperidina e polymethoxylate) ajuda cascas de laranja na diminuição dos níveis de lipoproteína de baixa densidade (LDL) e colesterol.
  5. Um estudo sugere que a casca de laranja podem inibir o cancro do pulmão, devido à presença de dois componentes importantes a saber polymethoxyflavones e liminoid. Acredita-se que polymethoxyflavones presentes na casca de laranja doce, são eficazes na inibição do crescimento e desenvolvimento de células de cancro do pulmão. E liminoid pode ser eficiente na prevenção do câncer de pulmão, além de mama, estômago e câncer de cólon.
  6. Uma casca de laranja é embalado com flavonoides e vitamina C. Esses dois nutrientes; funcionam muito bem em conjunto com o outro. Os flavonoides são também conhecidos pela sua propriedade única de retardar o crescimento de células cancerosas. Outro composto chamado d-limoneno é contido em uma casca de laranja, o qual tem o poder de diminuir a ocorrência de carcinoma de células escamosas.
  7. Óleos naturais estão presentes na camada externa de uma casca de laranja. Este óleo atua como um limpador natural e, portanto, é usado pelo corpo para a limpeza das artérias e das veias. Como resultado, as artérias e as veias tornam-se mais elástica. Óleo de laranja pode também ser usado para fazer a pele mais forte, belo e mais elástica.
  8. Uma casca de laranja tem a propriedade de ajudar na digestão e dar alívio de problemas gastrointestinais, como diarreia, flatulência, azia, acidez, etc.

Tintura da Casca de Laranja

Serenzo
Estudos feitos na França com a casca da laranja revelaram um alto nível de concentração de polifenóis, um antioxidante de muita importância que traz dentre seus benefícios a redução do estresse. Nessa pesquisa, foram usadas vinte pessoas consideravelmente estressadas que tomaram quinhentos mililitros de Serenzo (substância manipulada a partir da casca da laranja doce).

Na experiência, três horas após a ingestão da substância os pacientes responderam a algumas perguntas, onde afirmaram estarem mais dispostas a fazer atividade física espontaneamente, além de se sentirem com menos sinais de dores e menos nervosos (o estresse foi reduzido em 67% e a dor diminuída em 50%).

Os cientistas que realizaram tal pesquisa, também alegaram que além do resultado descrito, as pessoas que participaram da experiência tiveram seu senso de curiosidade aumentado em 144%. Assim, esses nutrientes presentes na casca da laranja contribuem para combater sinais de depressão e inclusive é recomendado para pessoas que estiverem acima do peso e que sintam compulsão por comida.

Essa substância é dada em forma de pílula, que deve ser tomada num determinado horário do dia ou em momentos de nervosismo. O Serenzo, no entanto, é encontrado apenas em farmácias de manipulação, onde poderá ser obtido somente a partir de receitas médicas.

FONTE

http://chabeneficios.com.br/cha-de-casca-de-laranja-propriedades-e-receita

http://www.saudemelhor.com/cha-de-casca-de-laranja

http://www.bolsademulher.com/medicina-alternativa/1260/usos-da-casca-de-laranja

http://docsetools.com/conhecimento/artigo-105.html

http://www.sweetnsimple.com.br/produtos/index.html

segunda-feira, 2 de março de 2015

Guavira poderosa fruta do Cerrado


Em Mato Grosso do Sul as pessoas dizem que a guavira é a fruta da resistência, porque depois da estiagem, começa a chuva e aí, sim, as frutas aparecem nos guavirais nativos. E tem de coletar rápido porque elas amadurecem e duram no máximo duas semanas. Ficam assim. Em cachos. Verde e amarelo: a cor do Brasil.

No laboratório de tecnologia de alimentos foi confirmado que a guavira tem mais vitamina C do que a laranja. Em algumas espécies, foi encontrado quase 20 vezes mais vitamina C do que a laranja.

A cor amarela indica a presença de betacaroteno, que se converte em vitamina A; tem potássio, que ajuda a manter o vigor muscular; cálcio e fósforo, que deixam os ossos e dentes fortes; e magnésio, importante na digestão.



Essa fruta do Cerrado é mesmo poderosa. Não é por acaso que ela serviu de inspiração à violeira Helena Meirelles ao compor Flor de Guavira. Nativa do Cerrado, a delicada, branca e miúda flor aparece ainda na época de estiagem, anunciando que os frutos da guavira - ou gabiroba - surgirão em breve. Na casa da costureira Maria de Lurdes Brey, de 67 anos, todo cuidado é dedicado ao arbusto.

"Quando recebo visitas eu já falo: cuidado com a guavira, não trate ela de qualquer jeito", conta. Encantada com os frutos e admiradora das flores, dona Maria de Lurdes conta que aprendeu a fazer mudas de guavira para dar aos amigos. "Até fiz muda dela, com a semente. Tem que ter paciência e cuidado porque a muda demora um pouco para ficar madura, mas fiz para um amigo que mora no Paraná e que queria uma planta frutífera típica do Cerrado para cultivar", explica.

São quatro ou cinco pés de gabiroba no quintal, "tem uma porção. Tenho várias porque o fruto é muito saboroso e gosto muito", completa Lurdes. Mas, apesar de nativa, está cada vez mais difícil encontrar guavira por aí, nos quintais e espaços verdes da cidade.


Guavira também é conhecida como gabiroba.

Passado - A aposentada Agacy dos Santos, de 60 anos, lembra com carinho do tempo em que percorria as ruas da Capital com a mãe e as irmãs em busca das pequenas frutas. "Isso lá pelo final da década de 50. Nós íamos na região do Santo Amaro, perto da reserva do exército, lá existiam muitos pés de guavira. A gente nem trazia pra casa, comíamos ali mesmo", relata. Hoje, Agacy mesma reconhece que está difícil encontrar a planta, "não existem mais tantas como antigamente."

Na estação em que a fruta é produzida, geralmente novembro, indígenas a vendem no centro da cidade, em frente ao Mercadão Municipal, por 10 reais o litro, que é quando uma lata vazia de óleo de cozinha é preenchida com as frutinhas. A procura é muito grande todos os dias, segundo Dionísia Elias, de 62 anos, uma das comerciantes.

Raridade - No entanto, de acordo com o pesquisador Edmilson Volpe, engenheiro agrônomo do Cepaer (Centro de Capacitação e Pesquisa) da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), a guavira é considerada planta invasora em áreas de pastagem. "Ela faz parte da vegetação do Cerrado, é nativa. Mas quando o produtor vai plantar milho, soja, enfim, o solo é preparado e ela desaparece porque é feita uma limpeza dessas lavouras", contextualiza.

Com a diminuição da oferta da fruta, resultado até mesmo do crescimento das cidades da região, o especialista acredita que a melhor maneira de conservá-la é tornar seu cultivo viável economicamente, tanto para consumo próprio, como para comercialização.


Melhoramento - É por isso que a Agraer desenvolve pesquisas com a planta há cinco anos, justamente para conciliar produção e preservação, segundo o pesquisador. "O solo do Cerrado é, geralmente, fraco, considerado de baixa fertilidade para outras culturas (como soja e milho). É preciso muito investimento em melhoramento de solo para essas produções. Mas a guavira é uma alternativa viável", pontua.

Por causa da alta aceitação e relevância da fruta em Mato Grosso do Sul, Volpe acredita ser fundamental encontrar formas de aprimorar seu aproveitamento e preservação. "Cultivá-la é uma ótima forma de preservá-la", amplia.

Além disso, a gabiroba é considerada uma das 10 frutas mais viáveis do Cerrado. "Percebemos que, se é fácil de comercializar, então é fácil ganhar dinheiro com ela. Mas, para isso, ela precisa ser preservada", alerta.

Graças aos experimentos desenvolvidos pela Agraer, cerca de 10 toneladas de gabiroba estão sendo produzidas por hectare. "Isso em se tratando de experimento científico. Na prática, o rendimento pode chegar à metade, mas do ponto de vista econômico é viável, principalmente para o pequeno produtor", aponta.

Viabilidade - Não é só o apreço popular pela fruta que dá viabilidade à guavira. A versatilidade do alimento também atrai. "Ela tem outras aplicações. É possível fazer mousse, sorvete, licor, além, é claro, do suco. A polpa congelada pode ser vendida a aproximadamente 25 reais o litro. Ou seja, já existe mercado para o produto", considera Volpe.

"Não só do ponto de vista econômico ela é muito promissora, do aspecto nutritivo também. Ela tem alto teor de vitamina C, até mais que a laranja, além de ser uma fonte de energia e minerais", finaliza. A florada da guavira se estende até, frequentemente, outubro para que, em novembro, inicie a produção dos frutos, que ocorre apenas uma vez por ano.

Onde encontrar - Para quem deseja ter exemplares da planta em casa, o viveiro Florescer comercializa mudas. "Atualmente, não temos muitas. Devido aos cuidados complexos que a planta exige, a reprodução não é simples. No entanto, podemos produzir de acordo com a procura", explica uma das proprietárias, Lucilene Bigatão.

O esposo dela, Nereu Rios, mantém o viveiro que produz cerca de 20 mil mudas por ano. Mais informações, sobre valores e a produção, podem ser obtidas pelo site http://www.nereurios.com.br/, onde também é disponibilizado contato com a empresa.

FONTE

http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2014/03/comum-no-cerrado-guavira-chega-ter-20-vezes-mais-vitamina-c-do-que-laranja.html

http://www.campograndenews.com.br/meio-ambiente/apesar-de-nativa-e-do-apelo-afetivo-guavira-esta-sumindo-do-cerrado

https://ecoturismoembonito.wordpress.com/2014/03/22/globo-reporter-esteve-em-bonito-ms-saber-os-segredos-da-gravira/

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Fibras Pra Quê? (trigo)



Quem nunca ouviu dizer que o farelo de trigo é bom para intestino preso? Rico em fibras (solúveis e insolúveis), bastam 2 colheres de sopa diárias para suprir mais que a necessidade diária de fibras.

Mas ele também ajuda em dietas de emagrecimento e a explicação é simples:

1- Poucas calorias: o farelo de trigo tem, em média, 80 cal em 2 colheres de sopa;
2- Mata a fome: Devido à sua propriedade de causar saciedade, duas colheres diluídas em dois copos d’água ou mesmo sobre saladas ou enriquecendo feijão e sopas já são suficientes para causar esse efeito.

Mas atenção: O farelo não deve ser consumido por quem tem intestino solto ou intolerância a esse grão. Além disso, não deixe de comer outros alimentos saudáveis durante sua dieta.


O que é o farelo de trigo e como ele age no organismo?

O farelo de trigo é constituído por fibras insolúveis que exercem funções muito importantes como: auxiliar na formação do bolo fecal aumentando e melhorando a motilidade do mesmo, eliminar toxinas do organismo auxiliando na limpeza do sistema digestório, aumentar o período de saciedade e conseqüente controle e redução de peso pela grande quantidade de fibra presente onde atua como uma esponja retendo líquidos e dando a sensação de estômago cheio. Na sua composição são encontrados diversos minerais, inclusive o cromo, que possuem funções na manutenção do metabolismo dos carboidratos e gorduras ajudando a eliminar esses nutrientes impedindo sua absorção.

Quais os seus benefícios para a saúde e, em especial, para quem deseja emagrecer?

As fibras presentes no farelo de trigo são fibras do tipo insolúveis que auxiliam no funcionamento do intestino e também na sensação de fome e saciedade. Com a saciedade aumentada, passamos a sentir menos fome e consequentemente reduzimos a ingestão alimentar ajudando assim na redução de peso.

Em relação a prisão de ventre, o farelo de trigo é capaz de melhorar o intestino?

Sim, estudos comprovam que as fibras alimentares são extremamente importantes para pessoas que sofrem de constipação (prisão de ventre) e obesidade, já que as fibras auxiliam na eliminação das fezes por aumentar o bolo fecal, deixando-o menos endurecido, facilitando a passagem das fezes pelo intestino evitando dores e desconforto abdominal, além de atuar na saciedade por absorver líquidos no organismo e conter um baixo valor calórico ajudando a melhorar a sensação de fome e reduzir a ingestão energética. É importante lembrar que no caso da prisão de ventre, quando se aumenta a quantidade de fibras na alimentação deve-se aumentar também o consumo de líquidos, principalmente água para não ocorrer o efeito reverso. A prática de atividade física também é recomendada para junto com as fibras e uma alimentação saudável rica em frutas, verduras e legumes, melhorar o intestino e ajudar na redução de peso corporal.


De que forma ele deve ser ingerido diariamente?

No caso de redução de peso, é indicado a ingestão no café da manhã para proporcionar uma saciedade e a melhora do intestino ao longo do dia. Pode-se iniciar com 1 colher de sopa e ir aumentando semanalmente até chegar a no máximo 4 colheres de sopa para aos poucos o organismo se adaptar ao aumento da ingestão de fibras.

Quais outras formas, é recomendado para quem deseja emagrecer?

A semente de gérmen de trigo também auxilia na redução de peso por conter também grande quantidade de fibra insolúvel auxiliando também na saciedade, além de conter potente ação antioxidante porém o mais indicado mesmo seria o farelo por ter maior disgestibilidade.

Qual a diferença entre o farelo, o gérmen de trigo e a fibra de trigo? Como se diferenciam também suas ações e benefícios?

Farelo de trigo: é um subproduto da farinha de trigo, onde seu grão é 28% não aproveitado originando assim o farelo. É a película externa que envolve o grão de trigo integral obtida no processo de moagem para obtenção da farinha de trigo.

Gérmen de trigo: é a parte mais nobre do grão de trigo, é no gérmen que a nova planta de trigo começa a brotar. É rico em vitamina B1 e vitamina E, explicando sua ação antioxidante. Pode ser misturados em sucos por conter um sabor amargo.

Fibra de trigo: é o mesmo que farelo de trigo.

A cápsula de óleo de gérmen de trigo auxilia o processo do emagrecimento? Por que?

As cápsulas de óleo de gérmen de trigo são obtidas através da compreensão do grão para extração do óleo que é rico em Omega 3 e 6 e vitaminas antioxidantes que auxiliam no controle e redução de risco de doenças cardíacas, redução do colesterol e triglicerídeos sanguíneos e redução do processo inflamatório presente na obesidade. No caso da redução de peso propriamente dita as fibras presentes na semente de gérmen de trigo que auxiliam neste processo, e para fabricação das cápsulas é extraído o óleo e retirada a quantidade de fibras existentes no grão para encapsular, sendo assim para efeito de redução de peso é mais indicado o consumo do grão de gérmen ou do farelo de trigo para atuarem na saciedade.

A manutenção de um corpo tonificado, sem gordura e doença não é um desafio impossível, porque através de sua dieta pode melhorar o funcionamento do seu corpo e aparência. O germe de trigo fornece naturalmente fibras que podem auxiliar no bom funcionamento do organismo, principalmente intestino, com baixo teor de gorduras, o germe e a fibra do trigo são ingredientes enriquecedores nas diversas preparações.

O germe de trigo é a parte germinativa do grão, e a fibra, ou farelo é a camada externa obtida no processo de moagem. Podem ser consumidos quando acrescentados em sucos de frutas, vitaminas, iogurtes ou ainda, à sopas e massas.

O germe é a parte do trigo que tem mais nutrientes para ser uma importante fonte de proteínas, minerais e vitamina E . Ela ajuda a regenerar tecidos, para manter seus músculos em perfeito estado e a saúde cardiovascular.

Além disso, seu alto teor de ácido linoléico promove assimilação adequada de gorduras, açúcares e proteínas, ou seja, ajuda a queimar a gordura localizada ao redor de sua cintura.

Por seu lado, em informações publicadas pelo The Huffington Post, Ingrid Macher, instrutor certificado e especialista em saúde holística revela que o germe de trigo ajuda a obter uma barriga lisa, reduz os níveis de colesterol e do risco de doença cardíaca.

Mesmo gérmen de trigo promove a perda de peso , melhora o sistema imunológico e digestivo; previne artrite reumatoide e câncer. De modo que beber um copo de água com duas colheres de sopa de gérmen de trigo, três vezes por dia, ou seja, meia hora antes de cada refeição, vai ajudá-lo a satisfazer o seu corpo mais rápido e evitar excessos.

Não se esqueça que para ter resultados mais visíveis você deve ter uma dieta equilibrada e praticar qualquer atividade física.

Fonte

magraemergente

domingo, 11 de janeiro de 2015

Óleo de Orégano



O óleo de orégano é um suplemento alimentar extraído da planta medicinal orégano, agindo como um purificador altamente potente com muitos benefícios para a saúde humana. É uma substância extraída de plantas de orégano selvagem e os dois componentes principais deste remédio natural é o carvacrol e o timor que têm ação antifúngica e antibacteriana, além de ajudar a manter o equilíbrio da flora intestinal e a promover a boa digestão. Além desta substâncias, o óleo de orégano contém flavonoides, magnésio, cálcio, zinco, ferro, potássio, cobre, boro, manganês, vitaminas A, C, E e niacina.

O óleo de orégano não substitui os medicamentos, mas pode ser tomado em conjunto para conseguir o tratamento de doenças como enxaqueca ou gripe.

Indicação do óleo de orégano

  1. Infecções virais, bacterianas, fúngicas e parasitárias por reduzindo a dor, inflamação e infecção;
  2. Problemas respiratórios, agindo como antitússico;
  3. Problemas de resfriados e gripes;
  4. Doenças bronco pulmonares;
  5. Gases e cólicas gastrointestinais;
  6. Problemas digestivos;
  7. Problemas das vias urinárias;
  8. Enxaquecas;
  9. Combate envelhecimento precoce;
  10. Ajuda a emagrecer;
  11. Combate a acne. 

O óleo de orégano tem efeitos antioxidantes e atua no sistema musculoesquelético aumentando a flexibilidade muscular e das articulações.

Atualmente existem pesquisas que apontam que o óleo de orégano ajuda na cura do câncer. 

Alivia dores

Dores nas costas, artrite e lesões esportivas são alguns dos incômodos musculares mais comuns no dia a dia e, para quem sofre com esses problemas, o óleo de orégano é aliado. Isso porque o produto conta com fortes propriedades anti-inflamatórias que são absorvidas pela pele e ajudam a aliviar a dor – basta aplicar uma mistura de duas colheres de orégano orgânico com duas colheres de azeite de oliva orgânico.

O orégano carrega também antioxidantes eficazes no combate à ação dos radicais livres, associados à degeneração celular e ao desenvolvimento de doenças com câncer. Além disso, o óleo ajuda a amenizar problemas causados pelo avanço da idade, como degeneração muscular e doenças oculares.

O óleo de orégano tem um ingrediente ativo chamado carvacrol, que ajuda a reduzir a irritação no tecido adiposo, além de elevar a capacidade de queima de gordura pelo organismo.

Em função de suas propriedades antissépticas, antibacterianas, anti-inflamatórias e graças à presença de um composto chamado timol, o óleo de orégano é um dos aliados contra a acne e ajuda a barrar o desenvolvimento de microrganismos nocivos à pele.

O óleo de orégano em adultos pode ser usado diluindo 2 gotas de óleo em 1 copo de água, devendo ser tomado 1-2 vezes ao dia. Para crianças, deve-se diluir uma gota de óleo em 1 copo de água e tomar 1-2 vezes ao dia. Sumo ou outro líquido natural pode ser usado no lugar da água. 

O óleo de orégano pode ser encontrado em cápsulas e deve ser tomado de acordo com as instruções do fabricante. 


Os efeitos colaterais do óleo de orégano são raros, mas existem casos em que existe redução na capacidade do organismo absorver ferro. É recomendável que qualquer uso seja combinado com consumo regular de suplementos de ferro. Outros efeitos colaterais são irritação cutânea, diarreias ou vômitos. 

O óleo de orégano está contraindicado em pessoas que tenham alergias a tomilho, basílico, menta ou sálvia, uma vez que podem ser sensíveis ao óleo de orégano, visto que a família de plantas é a mesma. Mulheres grávidas não são aconselhadas a tomar óleo de orégano regularmente.

Fonte: