domingo, 30 de abril de 2017

Salsinha: para clarear a pele, eliminar sardas e manchas escuras


A loção caseira de Salsinha pode ser usada para clarear a pele, eliminar sardas e manchas escuras. Além de clarear a pele, este tônico natural de salsinha pode ajudar a fechar os poros do rosto, evitando assim o surgimento de cravos e espinhas. A maioria das pessoas quer ter uma pele saudável, hidratada e livre de todo tipo de imperfeição. No entanto, nossa pele está exposta todos os dias a uma grande quantidade de fatores que podem maltratá-la e causar inúmeras alterações, que podem afetar a sua aparência e beleza.

A exposição ao sol, a contaminação, a má alimentação, o uso de químicos e as alterações hormonais, entre outros fatores, podem provocar o aparecimento de manchas e sardas na pele, fazendo com que ela perca o seu tom uniforme e a aparência que tanto desejamos conservar.

Como recuperar o tom uniforme da pele e clareá-la naturalmente?

Se você notou algumas alterações na sua pele, como é o caso do surgimento de manchas e sardas, não há motivo para se preocupar, já que você pode tratá-la naturalmente com esta loção natural eficaz que pode ser preparada em casa com ingredientes muito econômicos. A receita que ensinaremos a seguir é feita com vinagre de maçã, mas ele também pode ser substituído por limão caso você não tenha este produto em casa. Tenha em mente que, se utilizar o limão, você deve evitar a exposição ao sol posteriormente, já que isso poderia causar efeitos contrários aos que queremos conseguir.


O vinagre de maçã irá se unir com as propriedades da salsinha para fazer uma loção clareadora que tornará mais fácil eliminar sardas e manchas escuras da pele. A salsinha é uma erva que contém vitaminas, minerais e óleos essenciais muito saudáveis que podem ajudar a recuperar o tom uniforme da pele. Na indústria dos cosméticos, a salsinha se popularizou devido às suas propriedades regeneradoras e clareadoras.
  • Ela também pode ser utilizada como tratamento para combater os cravos e a acne.
  • É usada para cuidar do contorno dos olhos, prevenir pés de galinha e olheiras.
  • É ideal para eliminar o inchaço, irritação e tom avermelhado, além de refrescar e tonificar a pele.
Graças ao seu conteúdo de vitamina C, a salsinha ajuda a prevenir o envelhecimento precoce da pele causado pela ação dos radicais livres em todo o organismo.

Esta loção pode ser preparada de forma muito fácil em casa, e pode ser usada todos os dias para aproveitar todos os benefícios que a salsinha tem a oferecer à nossa pele.
Loção caseira de salsinha que ajuda eliminar sardas e manchas

Para começar a clarear a sua pele e recuperar seu tom uniforme, você pode utilizar constantemente esta loção clareadora com salsinha, que lhe ajudará a obter os melhores resultados.


Você vai precisar de: 1 copo de água (200ml); 1 colher de vinagre de maçã ou suco de limão; 2 colheres de folhas de salsinha picadas

Como prepará-la?
Coloque os 200 ml de água para ferver e, posteriormente, acrescente as duas colheres de salsinha picada finamente. Deixe cozinhando a fogo lento durante 15 minutos, de modo que a água possa extrair a essência da salsinha. Depois de passados 15 minutos, apague o fogo e retire a panela do fogão. Deixe-a esfriar e, em seguida, adicione uma colher de vinagre de maçã ou de suco de limão, dependendo de qual ingrediente você tiver em casa. Coloque a mistura em um recipiente de vidro. Use a quantidade necessária e, posteriormente, deixe o recipiente guardado na geladeira.

Como se utiliza?
Recomenda-se utilizar a loção todos os dias pela manhã e também à noite, antes de deitar. Se optar por usar o suco de limão, lembre-se de somente aplicá-la à noite.. Esta loção caseira ajudará a fechar os poros do rosto, evitando o surgimento de cravos e espinhas.
Graças ao poder clareador da salsinha, o uso constante desta loção pode fazer desaparecer as manchas e sardas escuras, ao mesmo tempo em que devolve a suavidade e o brilho à pele.

Antes de aplicar esta loção, é importante limpar bem o rosto, especialmente se você costuma usar bastante maquiagem. Use diariamente para começar a ver os resultados depois de um mês de tratamento.

Você pode utilizá-la nos olhos!
Se você teve uma noite ruim, ou por alguma razão acordou de manhã com inchaço e olheiras ao redor dos olhos, prepare esta mesma loção mas sem utilizar o vinagre de maçã ou o limão. Embeba um algodão na loção de salsinha e, posteriormente, aplique-a nos olhos pela manhã e à noite, e deixe agir por cerca de 5 minutos. Em poucos dias, você notará que o seu rosto vai recuperar a aparência fresca e voltar a reluzir com um aspecto muito saudável.

FONTE

https://melhorcomsaude.com/locao-caseira-clarear-pele-eliminar-sardas-manchas-escuras/

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Observação dos olhos na formulação de diagnósticos


Observação dos olhos é aplicada como etapa preliminar na formulação de diagnósticos. Método desenvolvido na Alemanha é usado no Brasil, mas enfrenta resistências.

O especialista Vanderley Gurgel diz que a avaliação da íris mostra se a pessoa é do tipo mental ou emocional (foto: Cristina Horta/EM/D.A Press)Em 2004, a modelista Viviane Rachel de Azevedo Felipe, de 39 anos, descobriu que sofria de anemia severa, possivelmente desencadeada pelo estresse decorrente da perda de um irmão. Para descobrir a causa física da doença, fez vários exames que considerou invasivos. “Nesses procedimentos, tirei litros e litros de sangue”, recorda. Com os resultados na bolsa, marcou uma consulta com um homeopata e iridólogo. Antes de mostrar os exames, porém, pediu uma análise de sua íris. “Pela avaliação da fotografia, antes mesmo de ver os resultados, o médico disse que a causa da minha anemia possivelmente era falta de ácido clorídrico no estômago, o que impedia a digestão das vitaminas. Isso era causado pela carência de vitamina B12. Essa era exatamente a conclusão dos exames que eu havia feito”, afirma.

Agilidade no diagnóstico e no acesso a medicamentos é desafio para pessoas com doenças rarasApesar do tiro certeiro do médico da modelista, a iridologia é um método propedêutico originário da Alemanha. Leva em conta padrão, cor, textura, pigmentação, estrias, fendas e anéis da íris para avaliar desequilíbrios do corpo e da mente e pode ser usada pela medicina tradicional como ferramenta preliminar de identificação dos órgãos mais sensíveis do organismo, o que facilita o caminho até o diagnóstico. Mas também é uma ferramenta que permite a profissionais especializados em terapias complementares avaliar as tendências físicas, psíquicas e comportamentais de uma pessoa antes do início de qualquer tratamento. Independentemente da formação, porém, existe um consenso entre os profissionais que utilizam o método: a iridologia não faz diagnósticos, apenas indica possibilidades.

COMPLEMENTAR 

O método já é disciplina oficial do curso de naturologia da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), que ensina também práticas de massoterapia, fitoterapia, florais de Bach, reflexoterapia, geoterapia, aromaterapia e hidroterapia. De acordo com Neiva Radeck, que ministra as aulas de iridologia na Unisul, a matéria está passando por uma quebra de paradigmas no Brasil. “A maioria dos estudiosos que trouxeram a iridologia para cá são médicos, por isso ela chegou ao país com uma leitura focada nas patologias”, explica. Para mudar essa realidade, o curso da universidade catarinense centra seus ensinamentos nas potencialidades do indivíduo. “Funciona como um tratamento auxiliar para terapias complementares. Por isso é importante nunca nomear uma doença para o paciente. Isso seria antiético”, orienta.


Elivane Amaral explica que é possível notar se há desequilíbrios (foto: Cristina Horta/EM/D.A Press)O médico homeopata Celso Batello, diretor da Associação Médica Brasileira de Iridologia, que congrega cerca de 200 profissionais no país, utiliza a prática como orientação para diagnósticos há mais de 30 anos. Segundo ele, a íris é um microssistema que representa o organismo como um todo. “Por meio dela, é possível detectar os órgãos de menor resistência. Isso não significa, porém, que um exame iridológico dispense os tradicionais. A iridologia não faz diagnóstico”, enfatiza. Ele reconhece que a comunidade científica em geral é retratária à ferramenta. “Cabe a nós provar que se trata de um método científico. Foi o que ocorreu com a homeopatia e a acunpuntura”, defende Batello.

A iridossomatologista Elivane Amaral Souza Assis explica que, por meio da observação da íris, é possível perceber o estado de saúde de uma pessoa como um todo. “Dá para notar se há desequilíbrios, disfunções orgânicas, alterações na função de um órgão ou de um sistema. Essas informações são analisadas em consonância com o estilo e as condições de vida da pessoa, levando em conta as vivências que contribuíram para que uma função antes saudável começasse a se transformar em disfunção.” De acordo com ela, a íris mostra como a pessoa está e para onde está caminhando. Muitos anos antes de que uma doença grave se manifeste, é possível olhar e dizer que um indivíduo está indo para lá”, sustenta.

Jackson Luís Scaramelo trabalha com a técnica como a primeira etapa do tratamento que pode envolver homeopatia, fitoterapia e alfaterapia. “A iridologia entra primeiro, como uma avaliação. Fazemos uma microfilmagem da íris e com ela avaliamos o estado físico, emocional e psíquico da pessoa”, explica. Vanderley Gurgel, também especialista no método, explica que a avaliação da íris mostra a estrutura do indivíduo, indicando, por exemplo, se a pessoa é do tipo mental ou emocional e indicando os melhores tratamentos.



fonte

http://www.uai.com.br/app/noticia/saude/2014/08/14/noticias-saude,191824/metodo-de-diagnostico-pela-iris-divide-medicos-brasileiros.shtml

pH do sangue e a saúde



Câncer, problemas hormonais, envelhecimento prematuro entre outros, estão relacionados com o pH do corpo

Já sabemos que uma enorme quantidade de doenças e problemas físicos são ocasionados pela acidificação do sangue, e que obviamente está associado com a ingestão de alimentos acidificantes.

A dieta ocidental é extraordinariamente composta por alimentos formadores de ácidos no sangue (proteínas, cereais, açúcares), principalmente os “alimentos” Industrializados, estes são grandes aliados na degeneração da saúde e eficientes em tornar um organismo propício a doenças de todos os tipos.




Como se não bastasse, somam-se a isso fatores de maus hábitos de vida e poluição, estresse. Tanto a falta de atividade física quanto a atividade física intensa também causam acidificação no sangue. Os alimentos geradores de alcalinidade como vegetais são consumidos em uma escala muito menor. É de extrema importância a ingestão de vegetais e frutas para equilibrar a necessidade do consumo de proteínas, que são geradores de ácidos.

O pH (potencial Hidrogeniônico), é um indicador de acidez ou alcalinidade de uma determinada solução, quanto maior o índice de pH, mais alcalino e mais rico em oxigênio é a solução, quanto menor for o pH, mais ácida, e, portanto, mais pobre de oxigênio é a solução. O pH varia de 0 a 14, onde, pH 7 seria um pH neutro, e, tudo abaixo de pH 7 seria ácido, e, tudo acima de pH 7 é considerado alcalino.

O pH do sangue varia entre (7,35 e 7,45), desta forma, um sangue com pH abaixo disso é um ambiente propício para doenças, entre elas a mais temida, o câncer, todos os tipos de câncer. O câncer só se desenvolve e vive em ambiente ácido.

O corpo possui uma pequena reserva de minerais alcalinos como sódio, potássio, magnésio e cálcio, contudo uma alimentação acídica, retira destas reservas estes minerais, ou seja, um sangue ácido, rouba estes minerais dos corpo, principalmente dos ossos para poder equilibrar o pH do sangue.


É por esta razão que a médio e longo prazo bebidas como cerveja, refrigerantes, bebidas com conservantes (bebidas de caixinhas) são causadores de osteoporose, pois além de serem bebidas ácidas, são feitas com água filtrada por Osmose Reversa, destiladas e/ou purificadas.

Um pH ácido pode ocorrer devido a uma dieta acidificante, estresse emocional, sobrecarga de toxinas, e/ou reações do sistema imunológico ou qualquer processo que dificulte as células de absorver oxigênio ou outros nutrientes. O corpo tentará compensar o pH acídico usando minerais alcalinos. Se a dieta não contiver minerais suficientes para compensar, ocorrerá uma acidificação celular

Resumindo, quando o pH sanguíneo fica abaixo do normal, o organismo está propenso a todos os tipos de doenças do coração, fadiga crônica, alergias além de doenças causadas por vírus, bactérias e fungos. Uma maneira de manter o pH saudável é evitar alimentos com pH baixo, como café (em torno de 4,0), refrigerante (em torno de 2,0), cerveja (varia de 2,5 a 4,2 dependendo da marca). O consumo grande de açúcar produz pH ácido.

A água considerada adequada para consumo, boa para a saúde, tem de ter um pH entre 7,0 e 7,5. Um pH levemente alcalino do sangue aumenta a oxigenação das células e a imunidade, uma vez que, vírus e bactérias precisam de um meio ácido para sobreviver. Assim como o fogo precisa de oxigênio para existir, os vírus e bactérias necessitam de um meio ácido para se manterem vivos.

ALIMENTOS FORMADORES DE ÁCIDOS NO SANGUE

Espargos, cevada, feijão (seco), carne, pão, trigo, manteiga, castanhas de caju, cereais, queijo, castanhas, frango, chocolate, moluscos, óleo de fígado de bacalhau, queijo curado, Farinha de milho, caroço de algodão, ervilha, caranguejo, nata, ovos, farinha branca, avelãs, nozes de nogueira, mel, carne de cordeiro, lentilhas, lagosta, cavala, Macarrão, xarope, margarina, mariscos, cogumelos, aveia, massas, amendoim, ervilhas, nozes, romã, carne de porco, ameixa, marmelo, arroz, nabos, centeio, chucrute, salmão, esparguete, açúcar, xaropes, tapioca, peru, nozes, trigo, gérmen de trigo.

ALIMENTOS QUE AUMENTAM A ALCALINIDADE NO SANGUE

Ágar-ágar, couve, amêndoas, maçãs, alcachofra, banana, beterraba, folhas de beterraba, amoras, brócolos, couve de Bruxelas, bardana, repolho, melão, alfarrobas, cenoura, couve-flor, aipo, acelga, cerejas, cebolinha, coco, pepinos, figo (seco), linhaça, alho, uvas, toranja, (doce), goiaba, alga marinha, repolho, alho-porro, limões, alface, limas, framboesas, manga, melão, milho, menta, melaço, amoras, melões, mostarda, nectarinas, quiabo, azeitonas, azeite, cebola, laranja, mamão, salsa, maracujá, pêssego, pêra, caqui, abacaxi, ameixa, abóbora, rabanete, uva, framboesa, ruibarbo, alface, soja, espinafre, abóbora, morangos, tangerina, nabos, óleos vegetais, agrião, melancia.

ALGUNS PROBLEMAS CAUSADOS PELA ACIDOSE NO SANGUE

• Dano cardiovascular, ganho de peso, obesidade e diabetes.

• Problemas da bexiga.

• Pedras nos rins.

• Deficiência imunológica.

• Aceleração do dano por radicais livres.

• Problemas hormonais.

• Envelhecimento prematuro.

• Osteoporose e dor nas juntas.

• Dores musculares e aumento do ácido lático.

• Baixa energia e fadiga crônica. digestão e eliminação lentas.

• Aumento de fermentações e fungos.

• Falta de energia, fadiga.

• Baixa temperatura corporal.

• Tendência a contrair infecções.

• Perda de iniciativa, prazer, e entusiasmo.

• Tendências depressivas

• Exaustão rápida.

• Compleição pálida.

• Dores de cabeça.

• Inflamação da córnea e pálpebras.

• Amolecimento e dor nos dentes.

• Gengivas sensíveis, inflamadas.

• Úlceras estomacais e da boca.

• Fissuras no canto dos lábios.

• Excesso de ácidos no estômago.

• Gastrite.

• Unhas finas e quebradiças.

• Cabelos secos, quebradiços e queda.

• Pele seca.

• Irritação da pele.

• Câimbras nas pernas.

CURIOSIDADE

Os rins são órgãos que filtram o sangue, são responsáveis pela eliminação de toxinas, e de substancias que estejam em excesso no organismo. Os rins filtram 190 litros de sangue a cada 24 horas, ele limpa todo sangue mais de 40 vezes por dia. Uma insuficiência renal ocorre quando os rins ficam doentes, e desta forma todo seu funcionamento ficam comprometidos.

Portanto, cuide bem dos seus rins, evitando ingerir o mínimo de alimentos inadequados. Quanto menos uma maquina trabalha, se desgasta, mais tempo operando ela permanece, quanto menos desgastarmos nossos órgãos, que são as maquinas do nosso corpo, conseguiremos viver mais e bem.


Leia mais aqui



FONTE


https://sosortomolecular.wordpress.com/2009/07/06/a-acidificacao-do-organismo/
http://www.telomero.com.br/secao/nutrigenetica/bioquimica-sangue/824/ph-do-sangue-e-a-saude


http://www.guiadenutricao.com.br/como-equilibrar-o-ph-do-seu-corpo/

http://derniermartins.blogspot.com.br/2011/08/acidificacao-do-organismo.html

sábado, 22 de abril de 2017

Benefícios da Semente de mamão


Se você descarta as sementes do mamão antes de consumi-lo, saiba que está dispensando partes nutritivas da fruta que podem contribuir (e muito) para o bom funcionamento do seu organismo e até para o emagrecimento.

Semente de mamão ajuda a emagrecer?

As sementes de mamão não são capazes de acelerar o metabolismo ou provocar perda de gordura, como fazem alguns alimentos. Porém, como contribuem para o bom funcionamento intestinal, podem propiciar perda de medidas abdominais.


Além disso, a nutricionista Gabriela Ghedini comenta que as fibras provocam a sensação de saciedade, o que diminui a compulsão alimentar. Elas também evitam a formação de gases e propiciam bem-estar abdominal.

Benefícios das sementes de mamão

Melhora a imunidade e previne câncer?

A nutricionista comenta que as sementes de mamão são ricas em papaína, uma enzima proteolítica capaz de livrar nosso corpo da presença de parasitas, funcionando como vermífugo natural.

Esta mesma substância também ajuda o sistema imunológico a destruir a camada de proteínas que se forma em volta das células cancerígenas e isso ajuda na diminuição dos riscos de câncer.

Já a nutróloga e médica ortomolecular Liliane Opperman afirma que a melhora no funcionamento do intestino pode prevenir o câncer intestinal.

“Tudo o que melhora o intestino previne a doença, porque a constipação [prisão de ventre] aumenta as chances de câncer. Quem vai ao banheiro todos os dias elimina mais toxinas”, explica.

Desintoxica o fígado


As sementes de mamão também contêm propriedades desintoxicantes e, com elas, promovem a limpeza do fígado.

“Comer uma pequena quantidade delas todos os dias pode ajudar não só a ter um fígado mais saudável, mas a tratar doenças como a cirrose”, orienta Gabriela.

Melhora a circulação

Segundo a nutricionista, a circulação sanguínea também é beneficiada pela semente. Isso porque uma substância chamada fibrina presente nela é capaz de reduzir a formação de coágulos e melhorar a qualidade das células.
Efeito anti-inflamatório

As sementes do mamão ainda são capazes de prevenir e até auxiliar no tratamento de intoxicações causadas por alimentos contaminados com as bactérias estafilococos e salmonela, porque têm efeito antibacteriano e anti-inflamatório no organismo das pessoas.
Como consumir sementes de mamão?

Assim como as sementes de melancia, as do mamão podem ser trituradas e misturadas a outros alimentos. De acordo com a Gabriela Ghedini, apenas uma colherinha de sementes por dia já é suficiente para usufruir dos benefícios dela.

“As sementes podem ser consumidas in natura junto com a fruta ou mastigadas depois de lavadas, mas o sabor é bem amargo. Elas também podem ser usadas em sucos, sopas, vitaminas, saladas ou ainda podem ser secas no forno ou ao sol, moídas e depois usadas como se fossem uma “pimenta” sobre peixes e carnes”, ensina a nutricionista.

A médica ortomolecular Liliane comenta, ainda, que existem outras possibilidades, como triturar e misturar com suco de limão. “Dá também para deglutir inteira com a solução gelatinosa comum à fruta, ou ainda amassá-la e comer uma colherzinha de café”, ensina.

Quem sofre de prisão de ventre pode comer as sementes todos os dias e deve beber bastante água.

Contraindicações

De acordo com a nutróloga, quem sofre de colite [reação inflamatória do cólon] ou diverticulite [inflamação de um divertículo] não deve consumir sementes de mamão porque elas podem aumentar a inflamação no local caso obstruam ainda mais a área inflamada.

Benefícios do mamão

Rico em vitaminas A, C, cálcio, ferro, potássio, minerais, carotenoides e fibras, o mamão traz diversos benefícios para a saúde e, por ser composto de 86% de água, ajuda a manter o organismo hidratado e livre de toxinas.

Poderoso antioxidante natural, o alimento ainda tem o poder de fortalecer o sistema imunológico, aliviar sintomas de sinusite e cólicas menstruais, prevenir osteoporose, combater a fadiga, reduzir o colesterol e ainda minimizar os riscos de doenças cardiovasculares e até mesmo cânceres.

Receita para fazer geleia com sementes de mamão

86% do mamão é água: veja mais benefícios maravilhosos dessa fruta


FONTE

http://www.vix.com/pt/dietas/543818/sementes-de-mamao-emagrecem-previnem-cancer-mesmo-conheca-os-efeitos?utm_source=facebook&utm_medium=manual&utm_campaign=BDM

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Modulação Hormonal Bioidêntica


Modulação Hormonal Bioidêntica Funciona? É Segura?

Desenvolvida para reequilibrar os níveis hormonais de homens e mulheres de diferentes faixas etárias, a modulação bioidêntica tem sido motivo de questionamento não apenas quanto à sua eficácia mas também em relação à sua segurança, já que se trata de um tratamento ainda desconhecido de boa parte da população.

Será que a modulação hormonal bioidêntica funciona mesmo? E quanto aos seus possíveis efeitos colaterais?

Saiba mais

Relativamente nova, a modulação bioidêntica consiste no uso de hormônios com uma estrutura química semelhante aos hormônios produzidos naturalmente pelo nosso organismo.

Enquanto os tradicionais hormônios sintéticos e naturais (como a isoflavona obtida a partir da soja e os hormônios manipulados em laboratório) são eficazes mas não necessariamente apresentam grande semelhança aos nossos hormônios endógenos, o hormônio bioidêntico é molecularmente idêntico aos hormônios secretados pelo nosso sistema endócrino.

Através do uso de testes laboratoriais feitos com a saliva ou o sangue do paciente, o médico pode traçar um perfil hormonal da pessoa, para poder assim fazer um balanço hormonal adequado.

Segundo pesquisadores, não se trata apenas de aumentar os níveis hormonais de pessoas com deficiências hormonais severas, mas sim analisar primeiramente como eram os padrões hormonais regulares do paciente para então tentar trazê-los de volta aos números anteriores.

Ou seja: há pessoas que, tecnicamente, não apresentam uma deficiência hormonal quando se levam em conta os números de referência, mas elas podem sim apresentar uma diminuição da produção de hormônios em relação a outros períodos da vida.

Diminuição da produção de hormônios

Em geral, a maior parte da população atinge o ápice da produção hormonal próximo aos 20 anos, sendo que a partir dos 30 anos de idade o declínio hormonal começa a se acentuar cada vez mais.

Para as mulheres, a menopausa, que ocorre por volta dos 45-50 anos, marca o fim do ciclo reprodutivo causado pela diminuição de estrógeno e progesterona. Esse período pode chegar acompanhado de uma série de efeitos indesejados, como fogachos, aumento da gordura na região abdominal, insônia e alterações de humor.

Já os homens podem passar pela andropausa, que consiste em uma queda acentuada dos níveis de testosterona e aumento na produção de estrógeno. Muitos homens notam nessa fase uma diminuição da energia e da vontade de fazer atividades e realizar projetos, bem como uma maior tendência à depressão.

Ao contrário das mulheres, no entanto, os homens não passam por uma interrupção da função reprodutiva, ainda que a produção de espermatozoides possa ser alterada.

Objetivo

A modulação hormonal bioidêntica funciona desacelerando o envelhecimento, mantendo a saúde e combatendo os sintomas da deficiência hormonal, que são:

– No homem:
Cansaço físico e diminuição da força muscular;
Perda de massa magra e aumento dos níveis de gordura corporal;
Alterações de humor e depressão;
Diminuição da libido e alterações na função sexual;
Ganho de peso e dificuldade de concentração.

– Na mulher:
Ondas de calor e sudorese noturna;
Ansiedade, nervosismo e irritabilidade;
Ressecamento da pele e aumento dos pelos faciais;
Secura vaginal e diminuição da libido;
Ganho de peso e diminuição da massa magra;
Aumento da vontade de comer doces e carboidratos em geral.

Indicação

A modulação hormonal bioidêntica é indicada para homens e mulheres que apresentem os sintomas relatados acima, os quais podem estar relacionados à menopausa e à andropausa, ou então a uma diminuição dos níveis de cortisol, hormônio do crescimento (GH) ou outros hormônios do sistema endócrino.

Benefícios

Um estudo publicado na revista especializada Postgraduate Medicine concluiu que o uso de hormônios bioidênticos está associado a uma diminuição no risco de doenças cardiovasculares e determinados tipos de câncer.

Outros benefícios da modulação hormonal bioidêntica:
Aumento da clareza mental;
Melhora do aspecto da pele;
Mais disposição para as atividades diárias;
Diminuição do percentual de gordura corporal;
Estabilização do humor;
Maior facilidade para a perda de peso;
Aumento da libido;
Possível prevenção contra a osteoporose.
A modulação hormonal bioidêntica funciona?

Com base na literatura disponível, podemos afirmar que sim, embora ainda não haja um consenso sobre o assunto.

Cada vez mais profissionais da área médica estão começando a prescrever os hormônios bioidênticos para seus pacientes sob o argumento de que a modulação hormonal bioidêntica funciona quando feita de maneira adequada e com produtos de procedência atestada.

Muitas pesquisas também sugerem que a modulação hormonal bioidêntica funciona porque ela é feita de maneira personalizada e reduz os riscos de câncer em homens e mulheres. Além disso, os hormônios bioidênticos são quase uma cópia de nossos próprios hormônios, o que minimizaria seus possíveis efeitos deletérios sobre a saúde.

É importante notar, no entanto, que de maneira semelhante ao que ocorre com a terapia hormonal tradicional, não há um método que seja 100% eficaz e que sirva para todos.

Assim como há aqueles que não respondem a certos medicamentos, muitas pessoas podem também não apresentar bons resultados com a modulação hormonal bioidêntica. A orientação neste caso é procurar um profissional com experiência no ramo e discutir as melhores opções para suas necessidades específicas.

Segurança 

De acordo com a Universidade de Harvard e a FDA, a poderosa agência norte-americana responsável pela aprovação de novas drogas, a modulação hormonal bioidêntica não é necessariamente melhor, mais eficiente ou mais segura que a terapia hormonal convencional. Por outro lado, ela também não traz riscos adicionais ao paciente além daqueles já conhecidos com a terapia hormonal habitual.

Segundo as duas instituições americanas, a falta de estudos de longo prazo e a ausência de evidência sólida apresentada através de estudos científicos não permite afirmar que a modulação hormonal bioidêntica é totalmente segura.

Isso não significa, no entanto, que os hormônios bioidênticos tragam riscos à saúde. Existem medicamentos aprovados pela FDA que contêm hormônios bioidênticos e que portanto passaram por uma série de testes clínicos e podem ser utilizados com segurança. Ou seja, apesar do trocadilho, nem todos os hormônios bioidênticos são iguais.

Portanto, tão importante quanto encontrar um profissional da área médica com experiência no assunto e que prescreva as dosagens corretas, é utilizar apenas medicamentos que tenham sido aprovados pelos órgãos competentes de fiscalização. 

Estudos

Uma das velhas queixas contra a reposição hormonal tradicional é o aumento no risco de câncer de mama nas mulheres e de próstata nos homens.

Uma série de estudos sugere que, de fato, o uso de progestinas (compostos sintéticos que possuem efeitos similares aos da progesterona) como o acetato de medroxiprogesterona está associado a uma elevação do risco de desenvolvimento de câncer de mama em mulheres.

Já o uso de hormônios naturais, ou bioidênticos, não eleva esse risco, de acordo com estudos preliminares.

Há ainda relatos de que a modulação hormonal bioidêntica pode provocar menos sangramento e inchaço que a terapia convencional com hormônios sintéticos. Médicos afirmam também que é mais fácil dosar as concentrações hormonais no sangue de mulheres que utilizam hormônios bioidênticos do que daquelas que passam pela terapia tradicional.

Por outro lado, homens que já tiveram câncer de próstata e mulheres com histórico de cancer de endométrio ou de mama, infarto e coágulos sanguíneos também devem evitar a reposição com hormônios bioidênticos.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais da modulação hormonal bioidêntica costumam estar mais associados à dose de hormônio utilizada do que ao medicamento em si. À medida que seus níveis hormonais forem se restabelecendo, pode ser necessário ajudar as concentrações para evitar possíveis complicações.

Alguns dos efeitos colaterais da modulação hormonal bioidêntica incluem:
Dor nos seios, manchas na pele, inchaço abdominal e câimbras;
Vermelhidão ou coceira no local da aplicação da injeção de hormônio;
Aumento da agressividade (no caso específico da reposição de testosterona).

De maneira geral, os sintomas acima costumam regredir à medida que o corpo se adapta ao hormônio e as doses são modificadas.

E nunca é demais lembrar: não faça uso de qualquer tipo de hormônio (seja ele bioidêntico ou não) sem um acompanhamento profissional adequado.


Leia mais http://www.mundoboaforma.com.br/modulacao-hormonal-bioidentica-funciona-e-segura/#AvDyY4GSMECi2pgB.99

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Álcool de Alecrim



O ingrediente-chave desta maravilhosa receita é o alecrim. Sem nenhum exagero, o alecrim é uma planta superpoderosa. Ele é muito rico em vitaminas e minerais, como vitamina B6, vitamina B2, vitamina A, vitamina C, ferro, magnésio, fósforo, zinco, cálcio e outros antioxidantes. E a lista de benefícios do alecrim é muito extensa:

- ajuda a recuperar o sistema nervoso após uma longa atividade intelectual
- ajuda o corpo a assimilar o açúcar, por isso é ótimo para diabéticos
- é digestivo e sudorífero
- é excelente contra anemia, menstruação insuficiente e problemas de irrigação sanguínea
- é excelente contra resfriado e bronquite
- é indicado para tendinite e dores musculares
- é indicado para problemas no coração, como arritmia cardíaca
- é ótimo contra cansaço mental e estafa
- é ótimo contra perda de memória
- é ótimo para a saúde da pele e contra lesões e queimaduras
- é útil contra queda de cabelo e caspa (fazer o chá e enxaguar o cabelo com ele)
- estimula o metabolismo, desintoxicando o fígado

O álcool de alecrim, a receita que você vai aprender agora, é para ser usado apenas externamente.

Ele é revitalizante, antirreumático, estimulante da circulação, alivia a tensão e a dor muscular, trata contusões, combate tendinite, bursite, varizes, celulite, cãibras e o cansaço muscular.

Deve ser feito preferencialmente com alecrim fresco, recém-colhido. Você pode fazer com a erva seca, porém o produto obtido será menos concentrado. Para fazer o álcool de alecrim, basta colocar alguns ramos de alecrim numa garrafa de vidro e cobri-los com álcool 70°(vende-se em farmácias).

Deixe descansar 15 dias em um lugar escuro. Agite o vidro todos os dias. O tempo de maceração pode ser maior, há quem prefira deixar 40 dias, para deixar a preparação ainda mais concentrada de princípios ativos da planta. Mas 15 dias já é um bom tempo. Passado o tempo da maceração, coe/filtre o álcool, coloque-o em um vidro e bem fechado, protegendo-o da luz e do calor excessivo.

Aplique-o em forma de fricção/massagem. Não use o álcool internamente nem nas mucosas e feridas. Depois de aplicá-lo na pele da região dolorida, lave imediatamente as mãos, para que não se corra o risco de levar, por esquecimento, as mãos aos olhos, o que poderia causar uma irritação. Aplique no máximo três vezes ao dia.

Este remédio natural não deve ser usado por quem tem epilepsia, grávidas, mulheres que estão amamentando e crianças menores de 7 anos.

FONTE

https://dicas.biz/7012/isto-e-um-milagre-combate-celulite-varizes-dores-musculares-e-nas-articulacoes-/

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Dieta do Açafrão


A dieta cúrcuma é útil para perder peso sem pressa. Esta especiaria promove a desintoxicação e traz muitos benefícios ao metabolismo. Os ingredientes ativos da cúrcuma, em particular, a curcumina, pode impelir as células de gordura, promovendo o emagrecimento. Além disso todas as substâncias neste tempero nos ajuda a manter saudável, neutralizando todo o dano causado por excesso de peso. Eles são também capazes de inibir a ativação de certos agentes responsáveis pela inflamação.

Porque açafrão ajuda a perder peso

Cúrcuma nunca deve faltar em nossa mesa, porque ele combate a fome, controla o apetite. Seus ingredientes ativos aumentam a ação da leptina, um hormônio que pode dizer ao cérebro quando parar de comer. Entre outras coisas, a curcumina é capaz de aumentar os níveis de serotonina e dopamina, agindo contra comer emocional , quando o desejo de comer é determinada por um estado de ansiedade ou stress. Cúrcuma purifica o corpo, fazendo expelir resíduos que engordam, protegendo a mucosa do trato digestivo, e melhorando a digestão de alimentos, incluindo o açúcar e gordura, evitando fermentação.

Por esta razão, trabalha contra o inchaço abdominal. Muito importante é a ação desta especiaria na redução da absorção de açúcares e combater a estagnação da pele responsáveis ​​pelo efeito de casca de laranja.

Vamos apresentar o menu da dieta açafrão para acompanhar o seu dia a dia, e possibilitar que se beneficie dos efeitos de emagrecimento, ficar apto e saudável. A regra básica é a de nunca exceder a quantidade máxima de duas colheres de chá por dia.

Pequeno-almoço
café de cevada com 100 ml de leite desnatado, 5 amêndoas e um kiwi ou uma xícara de chá verde, um suco de 4 laranjas e biscoitos integrais:

Lanche:
uma maçã ou uma pera e 3 porcas ou um smoothie com abacaxi, banana e um pouco 'de açafrão.

Almoço:
70 gramas de espaguete com molho de tomate ou uma sopa de lentilha vermelha (100 gramas) e 70 gramas de açafrão ou ricota magra e metade refogados abobrinha.

Você também pode preparar croquetes de couve-flor com açafrão: basta misturar a couve-flor fervida com um pouco 'de açafrão e um pouco de' pimenta. Adicione 2 colheres de sopa de queijo ralado, pão ralado e uma pitada de sal. Faça os croquetes e frite-os em óleo.

Lanche : 1 iogurte ou um pacote de soja de biscoitos.

Jantar:
salada de ovos cozidos, 50 gramas de pão de trigo integral e uma maçã cozida ou 100 gramas de cavala com 50 gramas de batatas e legumes no forno e um chá de ervas com raiz de açafrão e leite de cardo.

Alternativamente, você pode preparar um creme de feijão e 200 gramas de espinafre cozido.

FONTE

http://www.tantasalute.it/articolo/la-dieta-della-curcuma-per-dimagrire-in-fretta/60329/

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Moringa Oleífera


Cada vez mais buscamos alternativas alimentares na natureza e tentamos nos distanciar dos alimentos industrializados, pouco nutritivos.


O superalimento da vez é a moringa oleífera, uma planta de origem asiática que oferece 35% de proteína (quase o mesmo que a carne), ajuda na prevenção e no tratamento de doenças como o câncer, purifica a água, ajuda a emagrecer e tem muitos outros benefícios de deixar nosso queixo caído.

De acordo com a revista Época, existem 14 espécies de moringas e a oleífera é uma das duas mais populares. Nativa do Himalaia, a planta medicinal é reconhecida pela medicina ayurvédica há quatro mil anos. Seu poder é tamanho que em outros países é conhecida como “árvore milagrosa”

Benefícios

O superalimento provou também inibir a ação de radicais livres, o que ajuda a prevenir o câncer. De acordo com o G1, a descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em Pato Branco, liderado pela doutora em ciências Tatiane Oldoni, que se atentou para a poderosa atividade antioxidante das folhas da planta.


Fazendo umas continhas, 180g de folha de moringa tem aproximadamente a mesma quantidade de proteínas que 100g de carne vermelha. Além disso, a planta oferece vitamina B, E, betacaroteno, cromo, cobre, fósforo, magnésio, manganês, selênio, zinco e tem mais ferro que o espinafre.

– Árvore da moringa

Tratamentos
De acordo com o site Dicas de Saúde, o tratamento com extrato da raiz da moringa pode inibir o desenvolvimento de edemas, por suas propriedades anti-inflamatórias. A planta exerce também efeitos antidiabéticos no tratamento do Diabetes Mellitus, reduzindo a glicose no sangue bem como o açúcar e proteínas na urina dos pacientes.

A moringa oleífera é ainda benéfica para a pele, fígado, estômago e também pode ser utilizada no tratamento para redução de peso, pois facilita a reeducação alimentar.

Como utilizar a moringa
As sementes da planta são utilizadas para extrair um óleo parecido com o azeite de oliva. As sementes verdes podem ser cozidas e servidas como uma salada. Suas vagens podem ser cozidas e tanto as folhas quanto o talo são utilizados para fazer farinha.


– Farinha de moringa

Segundo o site Granja Paraíso as flores são utilizadas, na Indonésia e no Timor Leste, para fazer um prato chamado makansufa, onde são fritas em óleo de coco e comidas com arroz ou milhos. As folhas e flores são consumidas também em vitaminas, sucos e chás medicinais.

A moringa é ainda um poderoso purificador de água. No vídeo abaixo, publicado pelo canal do Youtube Granja Ecologica Integral El Eden, podemos ver a técnica que, segundo o site Sempre Sustentável, já é usada no nordeste brasileiro.

As sementes da moringa são capazes de purificar uma jarra de água aparentemente suja de forma quase mágica. Confira.


Onde encontrar
Segundo matéria do G1, a planta é cultivada no Vale do Itajaí, no Sítio Flora Bioativas, em Santa Catarina. Mas as sementes podem ser encontradas na internet e plantadas em qualquer lugar. Dois meses após plantá-las, a moringa já dá folhas.

– Semente da moringa oleífera

Na internet, é possível encontrar as sementes e mudas da moringa oleífera para comprar. O site especializado Moringa + Vida oferece diversos produtos da moringa como óleo puro, farinha, chá e até sabonete!

Nem tudo são flores
Segundo o site Sempre Sustentável, as folhas da moringa não são recomendadas para quem tem problemas na tireóide ou qualquer outro mal causado pela ingestão de iodo. Se este é o seu caso, é importante consultar um médico antes de fazer uso da planta.

FONTE

http://sossolteiros.bol.uol.com.br/moringa-oleifera-conheca-a-superplanta-que-tem-tanta-proteina-quanto-a-carne/



segunda-feira, 3 de abril de 2017

Recuperando a Pele


Para a pele do rosto danificado existem vários remédios . Mas o que fazer exatamente? Em particular, a pele facial deve ser lisa e livre de imperfeições. No entanto, o estresse, falta de higiene, poluição e às condições atmosféricas no rosto, como o frio ou o vento pode realmente pôr em perigo as células da nossa pele. Para completa prevenção e remediar o dano que já foi produzido, seria o suficiente para seguir algumas orientações básicas a serem aplicadas na vida cotidiana. Vamos olhar para os detalhes do que é isso.

1. Limpe a sua pele
Cuidado higiene do rosto e pele em geral realizado regularmente é essencial para manter seu rosto sem alterações. A limpeza completa de sujeiras e de outras partículas que se acumulam nos poros da pele é algo que todos nós devemos fazer cada manhã e à noite antes de ir dormir.

2. Hidratação do corpo
No nosso corpo nunca deve perder a 'água de que necessita, porque prova importante para melhorar o fluxo sanguíneo e, portanto, para garantir a oxigenação das células e a' elasticidade da pele. Não basta beber bastante água, mas também melhorar a sua ingestão através de frutas e legumes.

3. Prepare uma máscara anti rugas
As rugas também pode facilmente ser remediada com o uso de máscaras . Por exemplo, vamos tentar uma feita de chá verde. Faça o chá verde, adicione uma base de colher gel de aloe vera. Embeba o gaze na mistura e deixe sobre o rosto por 15 minutos. Finalmente, proceda o enxague. Esta máscara deve ser aplicada pelo menos 3 vezes por semana.

4. Faça uma massagem facial anti-stress
Estresse coloca uma pressão sobre a pele do nosso rosto. Tenha o cuidado de realizar regularmente uma massagem que ajude a prevenir rugas, estimulando a produção de colágeno e elastina e reativando a circulação sanguínea . Espalhe sobre a pele um óleo ou creme natural, execute pressão com os dedos do centro para o exterior do rosto, movendo os dedos lentamente em direção às orelhas.

5. Fazer uma máscara anti-acne
Embora a acne pode ser uma causa que pode arruinar a sua pele os danos podem ser remediados com uma máscara de limpeza de argila . Adicione um pouco de água e algumas gotas de óleo essencial de alecrim. Aplique em seu rosto e deixe até que seque. Então enxague com água morna.

6. irritações
Para acalmar a irritação e vermelhidão usamos o amido de arroz. Passe uma camada de pasta de arroz (02 colheres de amido de arroz misturada a 02 colheres de água) e deixe secar e retire aos poucos enquanto esta no chuveiro..

7. Obter um efeito de drenagem
Então você precisa de uma drenagem, refrescante e energizante, pode usar a borra de café. Ela é muito útil para ser massageado sobre a pele úmida . Misture pó de café com uma colher de óleo natural e meia colher de chá de canela e algumas gotas de óleo essencial de bétula e pele vai se tornar mais brilhante e mais tonificada.

fonte

http://www.tantasalute.it/articolo/pelle-del-viso-rovinata-rimedi-e-cosa-fare/62543/