segunda-feira, 31 de julho de 2017

Chá de Orégano


Esse chá pode ser usado para curar a tosse, asma e vários outros problemas. Aqui está tudo o que você precisa saber.

Orégano é um tempero muito popular e queridinho dos que se interessam por alimentação saudável e procuram métodos alternativos de cura pelos alimentos.

O que é o orégano?

Orégano é uma planta com propriedades medicinais. Sua folha é usada para fazer diversos remédios caseiros. Contém vitamina A, C, E e K, fibras, cálcio, niacina, magnésio, ferro, carotenóides, zeaxantina e criptoxantina.


Quais seus benefícios?

As folhas de orégano são muito utilizadas para tratar problemas respiratórios como tosse, asma, inflamações na faringe e laringe e acabar com problemas intestinais, tais como azia e inchaço.

Também é eficaz no tratamento de cólicas menstruais, artrite reumatoide, infecções do trato urinário, dores de cabeça e problemas cardíacos.
Como usar o orégano?

Umas das formas mais comuns de utilizá-lo é como chá. Para fazê-lo deve-se usar uma a duas colheres de chá de orégano fresco ou seco e misturar com uma xícara de água quente. Beba-o três vezes ao dia para ver resultados.


Orégano como antibiótico natural

Serve para frieira e outros fungos que nascem nas unhas. Deixe o pé de molho em uma bacia com água e algumas colheres de chá de óleo de orégano.

Para tratar infecções como sinusite: coloque algumas gotas de óleo de orégano em uma panela de água fervendo. Inale o vapor, sempre tendo cuidado para não se queimar.


Para outras infecções ou parasitas: dilua algumas gotas embaixo da língua. Aguente alguns minutos e lave sua boca. Você pode repetir o procedimento por até quatro vezes no dia.

Orégano para cozinhar

As folhas de orégano também podem ser utilizadas como tempero. Vão bem adicionadas em praticamente qualquer alimento, bebida e servem como conservante natural. Com tantos benefícios, acrescentar orégano em seus pratos diários será um ganho para a sua saúde.



Outros usos

O orégano pode ser utilizado para tratar problemas de pele, tais como acne, pele oleosa, aftas, verrugas, micose e psoríase.

Em picadas de insetos, dores de dente, musculares e veias varicosas também pode dar bons resultados.

O óleo de orégano funciona como um excelente repelente de insetos.

Ao facilitar a produção e fluxo de bile, as propriedades do orégano podem ajudar a curar problemas digestivos. Além de ajudar o organismo a lutar contra vírus, bactérias, fungos, vermes intestinais e outros parasitas.

Agora que você conhece as propriedades mágicas desta planta, adicione o uso do orégano em sua vida diária e fique ainda mais saudável.

fonte

domingo, 30 de julho de 2017

Vitamina C



Já pensou em usar a vitamina C como aliada para melhorar a pele? A vitamina C possui propriedades antioxidantes, ou seja, é capaz de eliminar os radicais livres reduzindo os sinais de envelhecimento.

A vitamina C ajuda no funcionamento da pele (incluindo o crescimento, manutenção e reparo), protegendo-a contra os estragos da oxidação causada pelos radicais livres, feridas e ajuda na síntese de colágeno.

Benefícios da Vitamina C para Pele

Em estudos realizados, verificou-se que a vitamina C tem efeito foto-protetor contra raios UVA e UVB. Desta forma, a vitamina C tópica é um excelente antioxidante da pele.

A vitamina C é um dos melhores ingredientes para combater manchas escuras: ela não somente clareia a pele, mas também inibe a produção da tirosinase, a enzima que cria a pigmentação.

A vitamina C não só é essencial para a construção do colágeno e da elastina, mas de fato dá o pontapé inicial na produção dessas proteínas, o que a torna um potente anti-idade.

A eficácia dos derivados da vitamina C na proteção e promoção na síntese de colágeno, clareamento da pele e inibição da síntese de melanina, podem também ser notados por alguns estudos publicados.

Para quem tem a pele sensível, os especialistas recomendam que se experimentem produtos com a forma solúvel da vitamina C, para um teste inicial.

A indústria da beleza já desconfiava há muito tempo que esta vitamina é importante para a saúde da pele — tanto pela alimentação, como em forma de cosmético. Os nutrientes ajudam a formar o colágeno e a elastina, que são essenciais para manter a pele firme e jovem.

Ela previne e retarda o envelhecimento, é um super antioxidante, clareia, ilumina, dá viço, revitaliza, protege, estimula a regeneração celular e atua na síntese do colágeno, que é responsável pela elasticidade, firmeza e sustentação da pele.


Como usufruir da Vitamina C?

A vitamina C é hidrossolúvel e não é sintetizada dentro do nosso organismo: necessitamos de suplementos advindos dos alimentos ou dos complexos vitamínicos.

Suplementação de antioxidantes por via oral, entre eles a vitamina C na forma de cápsulas, é considerada potente sequestradora de radicais livres. O método da suplementação é bastante utilizado pelas pessoas que não conseguem manter uma alimentação balanceada, necessitando desta maneira suplementar os nutrientes que estão em carência em seu organismo.

Quando há carência de vitamina C em alguma função do organismo, ele a retira da pele, tornando-a vulnerável. O stress físico ou emocional aumenta ainda mais essa demanda por vitamina C, que é sempre retirada primeiro da pele.

Tire proveito dessas qualidades acrescentando alimentos ricos em vitamina C e usando cosméticos que a contenham. Para a suplementação a dose ideal é 500mg por dia.

Benefícios dos Cosméticos com Vitamina C:

Uniformizam o tom e aumentam a elasticidade da pele
Hidratam e suavizam as rugas
Agem combatendo os radicais livres
Possuem propriedades antioxidantes, clareadoras e auxiliam na síntese do colágeno
Cosméticos à Base de Vitamina C

Com todos esses benefícios para a pele, muitas indústrias cosméticas aderiram a produtos feitos à base de vitamina C. É possível encontrar a vitamina C isolada ou associada a um ácido hialurônico, hidratantes, retinol, ou anti-idades.

A vitamina C pode ser usada para todos os tipos de pele, desde que se escolha corretamente a textura. Em peles oleosas, geralmente, é melhor se optar pela substância na forma de sérum. Já homens e mulheres de peles mais secas, sensíveis, devem fazer uso de texturas mais cremosas.

Antes de adquirir um produto que contenha vitamina C como princípio ativo, é preciso conferir a fórmula ou consultar a empresa fabricante para checar sua concentração. Em geral, no uso tópico, os produtos têm diferentes concentrações, que podem ir de 6% a 20%. Para fazer um bom efeito o ideal é que seja de no mínimo 10%.

Sugestões de Cosméticos à base de Vitamina C



Pure C 20 Ada Tina - Rejuvenescedor Facial

Quando usar os cosméticos à base de vitamina C?

O uso pela manhã — antes do filtro solar — é o mais recomendado. Isso porque a vitamina C previne os radicais livres das luzes visíveis (claridades dos ambientes) e dos raios infravermelhos, que estão presentes em qualquer aparelho que gere calor, além da própria radiação solar. A indicação, portanto, é uma vez ao dia. O excesso não altera os resultados.

E a versão manipulada?

Outra opção interessante é usar um creme manipulado. Funciona bem e é bem mais barato. Veja algumas opções de fórmulas.


Receita 1: Creme imunoestimulador
Coup d’Eclat 25%
vitamina C 10%
Extrato de ginkgo biloba 3%
Creme nutritivo ou gel qsp 15g

Receita 2: Creme antiolheiras
nano thioglycolic acid 1%
nano luminous eyes 5%
luminescense (vit C) 6%
creme hipoalergenico 10 g

Receita 3: Creme antioxidante
L-selenometionina 0,025%
Grape seed extract 1%
Vitamina C 10%
Vitamina E 5%
Extrato de ginkgo biloba 3%
Creme não-tônico qsp

FONTE

https://belezaesaude.com/vitamina-c-para-pele/

sábado, 29 de julho de 2017

Milho Roxo


Aqui no Brasil, só conhecemos o milho amarelo, que chamamos de milho verde. Mas, no Peru, existe uma grande variedade de milhos, entre eles, o milho roxo, que oferece vários benefícios para a saúde.

Segundo a Revista Nutraceuticals World, o milho roxo possui um potente efeito antioxidante, graças a seu teor de antocianinas. Essas substâncias colaboram para:

a regeneração das células e tecidos do corpo
estimular a circulação sanguínea
reduzir o colesterol
promover a formação de colágeno
aumentar os níveis de energia
diminuir o risco de catarata
prevenir a artrite
diminuir o risco de diabetes
proteger a saúde do coração e das artérias

Segundo especialistas, o consumo de milho roxo é indicado para todas as pessoas, sobretudo por quem apresenta uma tendência a doenças degenerativas e metabólicas, como diabetes, hipertensão, cardiopatias etc.

O pigmento do milho roxo também se mostrou eficaz na prevenção do câncer de cólon, mais um motivo para começar a consumi-lo.

A seguir, daremos a receita da Chicha Morada, uma bebida típica peruana que, além de saborosa, é muito saudável.
Receita de Chicha Morada

A Chicha Morada leva milho roxo, cascas de maçã e abacaxi, o que lhe confere muitas capacidades curativas.


Refrescante e desintoxicante, ela é uma excelente alternativa a refrigerantes e a outros tipos de bebidas açucaradas, que só elevam o nível de glicose no sangue e aportam poucos nutrientes.

Por ser cozida, pode ser guardada na geladeira por alguns dias, sem estragar.

Esta receita também rende muito: você vai preparar entre 3 a 4 litros. É uma boa opção para festas de aniversário, churrascos e outras celebrações.

Ingredientes
5 litros de água
1 kg de milho roxo
1 abacaxi inteiro
5 maçãs verdes
5 paus de canela
25 cravos-da-índia
Açúcar, mel ou adoçante a gosto

Como fazer:
Descasque o abacaxi e separe as cascas da maçã da sua polpa. Reserve as maçãs descascadas numa vasilha com água e suco de limão para não escurecer.


Coloque as cascas de maçã numa panela grande, adicione o abacaxi em cubos e todos os demais ingredientes. Quebre o milho roxo em pedaços menores e junte à mistura. Deixe em fogo médio até ferver. Quando iniciar a fervura, baixe o fogo e deixe cozinhar por cerca de 40 minutos. Desligue o fogo e deixe a panela tampada por mais 15 minutos. E está pronto! Agora é só coar e deixar esfriar. Se quiser, pode adicionar um pouco de suco de limão. Sirva em copos com as maçãs reservadas cortadas em cubinhos, bastante gelo e um ramo de hortelã ou fatia de abacaxi para decorar.

Encontrar o milho roxo pode não ser tão fácil no Brasil, mas mercados típicos peruanos e lojas de alimentos naturais podem oferecer alguns exemplares.

Outras benefícios do milho

Um dos cereais mais consumidos do mundo, o milho é uma excelente fonte energética, por causa de seu alto teor de carboidratos. Pão de milho, broas, bolos, bolachas, papas e cremes de milho são pratos comuns em várias regiões do Brasil e do mundo. No Nordeste brasileiro, o milho assado e cozido é consumido o ano inteiro, juntamente com muitas comidas à base deste cereal, como a canjica e a pamonha, no mês de junho.

Também possui as vitaminas A, B e E, além de fibras, que previnem a prisão de ventre, hemorroidas e outras doenças do intestino.

Por seus nutrientes, o milho é indicado para alimentar pessoas que estejam com o sistema imune deficiente, e também para crianças e adolescentes, que precisam de muita energia. Os atletas também podem se beneficiar deste alimento, que além de saboroso é bastante versátil.

Para degustar o milho puro, basta cozinhá-lo até que os grãos fiquem moles, em água com sal. Muitas pessoas gostam de temperá-lo com manteiga, orégano ou queijo ralado. Uma delícia!

Receita: Disney Babble


CHICA MORADA

Conhecido como Chicha Morada, essa é uma receita de origem peruana, elaborada pelo chef James Hollister, do Bar Exquisito!

“Combina muito bem com iogurte e granola para um café da manhã saudável ou mesmo só para refrescar, a qualquer momento durante o dia. Uma ótima alternativa ao refrigerante em festas de crianças e em churrascos também”, comenta o chef.

Segundo ele, para encontrar o milho roxo, vale procurar em feiras bolivianas, hortifrutis e mercadões, e esperar o tempo certo da receita para pegar o sabor no fogão. O suco pode ficar na geladeira por até 3 dias, sem problemas!

“É uma bebida com muitos benefícios para a saúde: o milho roxo tem propriedades desintoxicantes e anti-inflamatórias, as cascas de maçã e abacaxi são repletas de vitaminas e minerais”, revela.

Confira a receita, que rende de 3 a 4 litros. 

Ingredientes
Você vai precisar de:

Água: 5 litros
Milho roxo: 1 kg
Abacaxi: 1 unidade
Maçã verde: 5 unidades
Canela em pau: 5 unidades
Cravo-da-índia: 25 unidades
Açúcar: a gosto (pode ser mascavo, mel ou adoçante)

Modo de preparo
Descasque o abacaxi e retire a coroa - pode guardá-la para decorar sua jarra ou os copos depois.
Descasque as maçãs e jogue as cascas numa panela de tamanho suficiente para receber todos os ingredientes. Guarde a fruta para cortar em pedacinhos e colocá-los no suco na hora de servir. Dica: deixe a maçã submersa em água com suco de limão para não escurecer.
Junte os demais ingredientes na panela. Recomenda-se dar uma quebradinha no milho roxo, se ele estiver inteiro, e esquentar no fogo médio até começar a ferver.
Depois, abaixe o fogo e deixe em infusão em fogo bem baixo, durante 45 minutos. Apague o fogo e deixe 'curtir', tampado por mais 15 minutos.
Passe pela peneira em uma jarra com um pouco de gelo e mantenha na geladeira até servir.
Monte seus copos ou faça a montagem na jarra com gelo e pedaços de fruta e decore com algumas folhas da coroa.
Se quiser, pode acrescentar uva-passa, noz-moscada, uva, pera ou suco de limão para diferenciar, caso prefira seu suco um pouco mais azedinho.

FONTE

http://disneybabble.uol.com.br/br/cozinhar/bebidas/suco-saud%C3%A1vel-e-inusitado-com-milho-roxo

https://www.facebook.com/FrancoNoriegaOfficial/

https://www.oleoo.com.br/beneficios-do-milho-roxo-e-uma-receita-para-voce-inclui-lo-na-dieta/