quarta-feira, 8 de maio de 2013

Super Alimentos



“Super Alimentos” são aqueles que apresentam em sua composição muitas vitaminas, minerais, fibras e compostos de ação antioxidante e por isso são capazes de ajudar na manutenção do peso, na redução do colesterol, do risco de doenças cardiovasculares e de câncer, ou seja, além de nutrirem o organismo, melhoram a qualidade de vida. Conheça os Super Alimentos: 


Castanha do Brasil 

É uma oleaginosa tipicamente nacional e é uma das principais fontes de selênio, sendo que em uma unidade a necessidade diária do mineral já é suprida. Seus antioxidantes retardam o envelhecimento precoce da pele e previnem o aparecimento de doenças degenerativas. Suas gorduras insaturadas atuam na redução do colesterol, triglicerídeos e auxiliam na regularização da pressão arterial.

É fonte de cálcio e magnésio, combinação perfeita para uma saúde óssea em dia. Possui em sua composição a vitamina E, que quando em deficiência compromete a função cognitiva, seu consumo adequado auxilia na melhora memória e concentração.

Quinua 

Planta oriunda da cordilheira dos Andes foi considerada pela FAO FoodAgriculture Organization como ideal para consumo humano por seu alto valor nutricional. Contém boa quantidade de fibras e proteínas de ótima qualidade, sendo considerada superior à de cereais como o arroz, o trigo e o milho.

A quinua possui quantidade considerável de minerais como zinco, ferro, cálcio, potássio, magnésio e manganês e vitaminas B2 e E. Fonte ainda dos ácidos graxos ômegas 3 e 6. Por ser fonte de fibras e gorduras insaturadas auxilia na regularização dos níveis de colesterol, protegendo a saúde do coração.

Maçã Peruana 

É fonte de cálcio e magnésio, minerais essenciais à saúde óssea e por isso pode auxiliar na prevenção e tratamento desta doença. Fonte ainda de gorduras, como o ácido palmítico e a vitamina E relacionados à formação de hormônios sexuais em nosso organismo, auxiliando no aumento da libido. O zinco é um mineral que aumenta os níveis do hormônio testosterona e a produção de sêmen, sua deficiência leva à falha na ovulação e diminuição do desejo sexual, em mulheres, nos homens, pode causar impotência. 

Açai

Por seus antioxidantes tem a capacidade de combater e neutralizar a ação dos radicais livres, prevenindo contra doenças cardiovasculares e circulatórias, câncer, diabetes e Alzheimer. Algumas pesquisas o papel do açaí no tratamento contra infecção por Helicobacter pylori, bactéria causadora da gastrite, prevenindo o desenvolvimento do câncer gástrico. Fonte de gorduras insaturadas ajuda a diminuir os níveis de LDL colesterol e controla a pressão arterial.

Cacau

Rico em antioxidantes, seu consumo reduz o risco de doenças do coração, diminui as taxas de colesterol e a pressão arterial. Alguns estudos comprovam que a ingestão de cacau pode melhorar a resistência à insulina em portadores de diabetes tipo 2. O consumo regular de cacau nos protege contra os danos causados pela poluição e exposição ao sol.

Goji berries 

São frutas vermelhas, parecidas com uvas, originárias do noroeste da China e do Tibete. As bagas goji são uma fonte rica de carotenoides beta-caroteno e zeaxantina, que desempenham um papel fundamental em manter a retina saudável. Tem efeito protetor contra doenças cardiovasculares e inflamatórias. Estimula o sistema imunológico e tem propriedades protetoras contra diversos tipos de câncer. Ainda devido aos seus efeitos antioxidantes é considerada uma fruta aliada a longevidade.

Cranberry

Fruta pequena, de cor vermelho escuro, nativa do leste da América do Norte. Usada no tratamento de problemas do trato urinário, como: ardência ao urinar, necessidade frequente de ir ao banheiro, dor na parte inferior do abdome. Também tem a propriedade de inibir a colonização bacteriana na superfície dentária evitando o desenvolvimento de cáries e doenças periodontais.

Romã

Os ácidos gálico, elágico e protocatequínico presentes na romã, são antioxidantes que neutralizam os radicais livres que danificam as células, desencadeando o câncer. A fruta também atua na redução do colesterol e no combate ao envelhecimento precoce.

Chia, linhaça, Óleo de peixe

Ricos em omega 3, seu consumo está associado a proteção contra doenças cardiovasculares e também a melhora de funções cerebrais memória, concentração e desempenho. 

Soja

Fonte de proteínas de alto valor biológico, fibras, vitaminas do complexo B, vitamina E e minerais como ferro, cálcio, fósforo e potássio, além de isoflavonas. Pesquisas demonstram que o consumo de soja reduz o risco de doenças do coração diabetes, osteoporose, alguns tipos de câncer como o de mama, colo do útero e próstata e constipação intestinal. A soja também atua na prevenção da tensão pré-menstrual TPM e nos sintomas da menopausa.

Spirulina Havaiana

É uma microalga verde-azulada que é rica em proteínas, vitaminas e minerais. É fonte do ácido gama-linolênico GLA, que tem demonstrado resultados interessantes no tratamento de artrites, doenças cardiovasculares e obesidade. Promove a sensação de saciedade, reduzindo o apetite.

Chlorella

É um tipo de alga verde, que cresce em água doce. Sua coloração verde deve-se à grande quantidade de clorofila que possui, tendo a capacidade de eliminar toxinas e metais pesados do organismo. Seu consumo prolonga a juventude, combate à falta de energia e fadiga crônica, além de fortalecer a imunidade.

Geleia Real

Seu consumo é sugerido para manter a saúde e melhorar o funcionamento do organismo. Por causa dos antioxidantes é que esse tipo de alimento está relacionado ao retardo no envelhecimento, beleza e rejuvenescimento da pele. As vitaminas do complexo B, presentes na geleia real, atuam na formação de neurônios e auxiliam no combate aos sintomas de depressão. Fortalece também o sistema imunológico

Fonte: Flávia Morais
Nutricionista da rede Mundo Verde.

fonte




quinta-feira, 2 de maio de 2013

Cravo da India



Durante o período dos descobrimentos, navegadores europeus viajavam em busca de produtos raros e valorosos. Foi nessa época que o mundo ocidental conheceu o cravo-da-índia (Syzygium aromaticum), uma especiaria utilizada na culinária e no preparo de medicamentos naturais. No século XVI o cravo vindo do oriente era quase tão caro quanto o ouro: um quilo da flor seca equivalia à sete gramas do metal dourado. E os nossos antepassados nem sequer conheciam todas as propriedades benéficas do condimento.

Propriedades Medicinais

Hoje em dia existem vários pesquisadores que, assim como os desbravadores antigos, buscam conhecer melhor os produtos fornecidos pela natureza. Diferentes estudos revelam que o cravo-da-índia possui muitas propriedades benéficas e substâncias importantes para a nossa saúde. Recentemente, mostramos que a especiaria é um repelente bastante eficaz. Além disso, o cravinho ajuda no emagrecimento e funciona como um antibiótico natural.
 

Outros Benefícios

E as vantagens no consumo do cravo-da-índia não param por aí. Veja outros benefícios:
  • É analgésico e antisséptico;
  • Acelera o metabolismo;
  • Melhora as funções da tireoide;
  • Tem função antioxidante;
  • Ajuda no controle do colesterol;
  • Favorece a perda de peso;
  • É bactericida;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Previne o envelhecimento precoce das células.

Consumo do Cravo da Índia

Geralmente utilizamos o cravo da índia para aromatizar receitas doces. A especiaria também é bastante usada no preparo de chás. A infusão é uma ótima maneira de aproveitar os benefícios do cravinho, mas vale apostar no sabor marcante da flor seca para dar sabor e perfume a diversas receitas.

Tratamento de Gengivite
Uma das formas para aliviar a gengivite é através de anti-sépticos bucais. Mas, antes de ir correndo á farmácia, que tal tentar algo caseiro? Cravos tem um alto poder analgésico, por esse motivo, podem ser usados para melhorar a dor pela gengivite.

Você vai precisar de:

  • Uma xícara de chá de água
  • Uma colher de sopa de cravos

Modo de Preparo:

Ferva a água e acrescente o cravo. Deixe descansar por dez minutos e, depois disso, coe.

Posologia

Faça bochechos com o antisséptico morno duas a quatro vezes ao dia.

Precauções

Em excesso, pode ter ação tóxica ou irritante.

Chá de Cravo

Aprenda como fazer um chá de Cravo da Índia, uma iguaria a muito apreciada desde a antiguidade por suas propriedades aromáticas, tendo lugar tanto na culinária quanto na medicina.
No caso desta receita, o chá de cravo da índia é bastante interessante para dores de cabeça. Confira também a receita do chá de canela.

Você vai precisar de:

  • Uma colher de sopa de Cravos da Índia
  • Um litro de água

Modo de Preparo:

Apenas ferva a água junto com os Cravos da Índia. Deixe amornar e coe o chá.

Posologia

Beba três xícaras do chá por dia

Cuidados

Gestantes devem evitar o Cravo da Índia pois pode levar ao aborto.

FONTE

natural