segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Fibras Pra Quê? (trigo)



Quem nunca ouviu dizer que o farelo de trigo é bom para intestino preso? Rico em fibras (solúveis e insolúveis), bastam 2 colheres de sopa diárias para suprir mais que a necessidade diária de fibras.

Mas ele também ajuda em dietas de emagrecimento e a explicação é simples:

1- Poucas calorias: o farelo de trigo tem, em média, 80 cal em 2 colheres de sopa;
2- Mata a fome: Devido à sua propriedade de causar saciedade, duas colheres diluídas em dois copos d’água ou mesmo sobre saladas ou enriquecendo feijão e sopas já são suficientes para causar esse efeito.

Mas atenção: O farelo não deve ser consumido por quem tem intestino solto ou intolerância a esse grão. Além disso, não deixe de comer outros alimentos saudáveis durante sua dieta.


O que é o farelo de trigo e como ele age no organismo?

O farelo de trigo é constituído por fibras insolúveis que exercem funções muito importantes como: auxiliar na formação do bolo fecal aumentando e melhorando a motilidade do mesmo, eliminar toxinas do organismo auxiliando na limpeza do sistema digestório, aumentar o período de saciedade e conseqüente controle e redução de peso pela grande quantidade de fibra presente onde atua como uma esponja retendo líquidos e dando a sensação de estômago cheio. Na sua composição são encontrados diversos minerais, inclusive o cromo, que possuem funções na manutenção do metabolismo dos carboidratos e gorduras ajudando a eliminar esses nutrientes impedindo sua absorção.

Quais os seus benefícios para a saúde e, em especial, para quem deseja emagrecer?

As fibras presentes no farelo de trigo são fibras do tipo insolúveis que auxiliam no funcionamento do intestino e também na sensação de fome e saciedade. Com a saciedade aumentada, passamos a sentir menos fome e consequentemente reduzimos a ingestão alimentar ajudando assim na redução de peso.

Em relação a prisão de ventre, o farelo de trigo é capaz de melhorar o intestino?

Sim, estudos comprovam que as fibras alimentares são extremamente importantes para pessoas que sofrem de constipação (prisão de ventre) e obesidade, já que as fibras auxiliam na eliminação das fezes por aumentar o bolo fecal, deixando-o menos endurecido, facilitando a passagem das fezes pelo intestino evitando dores e desconforto abdominal, além de atuar na saciedade por absorver líquidos no organismo e conter um baixo valor calórico ajudando a melhorar a sensação de fome e reduzir a ingestão energética. É importante lembrar que no caso da prisão de ventre, quando se aumenta a quantidade de fibras na alimentação deve-se aumentar também o consumo de líquidos, principalmente água para não ocorrer o efeito reverso. A prática de atividade física também é recomendada para junto com as fibras e uma alimentação saudável rica em frutas, verduras e legumes, melhorar o intestino e ajudar na redução de peso corporal.


De que forma ele deve ser ingerido diariamente?

No caso de redução de peso, é indicado a ingestão no café da manhã para proporcionar uma saciedade e a melhora do intestino ao longo do dia. Pode-se iniciar com 1 colher de sopa e ir aumentando semanalmente até chegar a no máximo 4 colheres de sopa para aos poucos o organismo se adaptar ao aumento da ingestão de fibras.

Quais outras formas, é recomendado para quem deseja emagrecer?

A semente de gérmen de trigo também auxilia na redução de peso por conter também grande quantidade de fibra insolúvel auxiliando também na saciedade, além de conter potente ação antioxidante porém o mais indicado mesmo seria o farelo por ter maior disgestibilidade.

Qual a diferença entre o farelo, o gérmen de trigo e a fibra de trigo? Como se diferenciam também suas ações e benefícios?

Farelo de trigo: é um subproduto da farinha de trigo, onde seu grão é 28% não aproveitado originando assim o farelo. É a película externa que envolve o grão de trigo integral obtida no processo de moagem para obtenção da farinha de trigo.

Gérmen de trigo: é a parte mais nobre do grão de trigo, é no gérmen que a nova planta de trigo começa a brotar. É rico em vitamina B1 e vitamina E, explicando sua ação antioxidante. Pode ser misturados em sucos por conter um sabor amargo.

Fibra de trigo: é o mesmo que farelo de trigo.

A cápsula de óleo de gérmen de trigo auxilia o processo do emagrecimento? Por que?

As cápsulas de óleo de gérmen de trigo são obtidas através da compreensão do grão para extração do óleo que é rico em Omega 3 e 6 e vitaminas antioxidantes que auxiliam no controle e redução de risco de doenças cardíacas, redução do colesterol e triglicerídeos sanguíneos e redução do processo inflamatório presente na obesidade. No caso da redução de peso propriamente dita as fibras presentes na semente de gérmen de trigo que auxiliam neste processo, e para fabricação das cápsulas é extraído o óleo e retirada a quantidade de fibras existentes no grão para encapsular, sendo assim para efeito de redução de peso é mais indicado o consumo do grão de gérmen ou do farelo de trigo para atuarem na saciedade.

A manutenção de um corpo tonificado, sem gordura e doença não é um desafio impossível, porque através de sua dieta pode melhorar o funcionamento do seu corpo e aparência. O germe de trigo fornece naturalmente fibras que podem auxiliar no bom funcionamento do organismo, principalmente intestino, com baixo teor de gorduras, o germe e a fibra do trigo são ingredientes enriquecedores nas diversas preparações.

O germe de trigo é a parte germinativa do grão, e a fibra, ou farelo é a camada externa obtida no processo de moagem. Podem ser consumidos quando acrescentados em sucos de frutas, vitaminas, iogurtes ou ainda, à sopas e massas.

O germe é a parte do trigo que tem mais nutrientes para ser uma importante fonte de proteínas, minerais e vitamina E . Ela ajuda a regenerar tecidos, para manter seus músculos em perfeito estado e a saúde cardiovascular.

Além disso, seu alto teor de ácido linoléico promove assimilação adequada de gorduras, açúcares e proteínas, ou seja, ajuda a queimar a gordura localizada ao redor de sua cintura.

Por seu lado, em informações publicadas pelo The Huffington Post, Ingrid Macher, instrutor certificado e especialista em saúde holística revela que o germe de trigo ajuda a obter uma barriga lisa, reduz os níveis de colesterol e do risco de doença cardíaca.

Mesmo gérmen de trigo promove a perda de peso , melhora o sistema imunológico e digestivo; previne artrite reumatoide e câncer. De modo que beber um copo de água com duas colheres de sopa de gérmen de trigo, três vezes por dia, ou seja, meia hora antes de cada refeição, vai ajudá-lo a satisfazer o seu corpo mais rápido e evitar excessos.

Não se esqueça que para ter resultados mais visíveis você deve ter uma dieta equilibrada e praticar qualquer atividade física.

Fonte

magraemergente

domingo, 11 de janeiro de 2015

Óleo de Orégano



O óleo de orégano é um suplemento alimentar extraído da planta medicinal orégano, agindo como um purificador altamente potente com muitos benefícios para a saúde humana. É uma substância extraída de plantas de orégano selvagem e os dois componentes principais deste remédio natural é o carvacrol e o timor que têm ação antifúngica e antibacteriana, além de ajudar a manter o equilíbrio da flora intestinal e a promover a boa digestão. Além desta substâncias, o óleo de orégano contém flavonoides, magnésio, cálcio, zinco, ferro, potássio, cobre, boro, manganês, vitaminas A, C, E e niacina.

O óleo de orégano não substitui os medicamentos, mas pode ser tomado em conjunto para conseguir o tratamento de doenças como enxaqueca ou gripe.

Indicação do óleo de orégano

  1. Infecções virais, bacterianas, fúngicas e parasitárias por reduzindo a dor, inflamação e infecção;
  2. Problemas respiratórios, agindo como antitússico;
  3. Problemas de resfriados e gripes;
  4. Doenças bronco pulmonares;
  5. Gases e cólicas gastrointestinais;
  6. Problemas digestivos;
  7. Problemas das vias urinárias;
  8. Enxaquecas;
  9. Combate envelhecimento precoce;
  10. Ajuda a emagrecer;
  11. Combate a acne. 

O óleo de orégano tem efeitos antioxidantes e atua no sistema musculoesquelético aumentando a flexibilidade muscular e das articulações.

Atualmente existem pesquisas que apontam que o óleo de orégano ajuda na cura do câncer. 

Alivia dores

Dores nas costas, artrite e lesões esportivas são alguns dos incômodos musculares mais comuns no dia a dia e, para quem sofre com esses problemas, o óleo de orégano é aliado. Isso porque o produto conta com fortes propriedades anti-inflamatórias que são absorvidas pela pele e ajudam a aliviar a dor – basta aplicar uma mistura de duas colheres de orégano orgânico com duas colheres de azeite de oliva orgânico.

O orégano carrega também antioxidantes eficazes no combate à ação dos radicais livres, associados à degeneração celular e ao desenvolvimento de doenças com câncer. Além disso, o óleo ajuda a amenizar problemas causados pelo avanço da idade, como degeneração muscular e doenças oculares.

O óleo de orégano tem um ingrediente ativo chamado carvacrol, que ajuda a reduzir a irritação no tecido adiposo, além de elevar a capacidade de queima de gordura pelo organismo.

Em função de suas propriedades antissépticas, antibacterianas, anti-inflamatórias e graças à presença de um composto chamado timol, o óleo de orégano é um dos aliados contra a acne e ajuda a barrar o desenvolvimento de microrganismos nocivos à pele.

O óleo de orégano em adultos pode ser usado diluindo 2 gotas de óleo em 1 copo de água, devendo ser tomado 1-2 vezes ao dia. Para crianças, deve-se diluir uma gota de óleo em 1 copo de água e tomar 1-2 vezes ao dia. Sumo ou outro líquido natural pode ser usado no lugar da água. 

O óleo de orégano pode ser encontrado em cápsulas e deve ser tomado de acordo com as instruções do fabricante. 


Os efeitos colaterais do óleo de orégano são raros, mas existem casos em que existe redução na capacidade do organismo absorver ferro. É recomendável que qualquer uso seja combinado com consumo regular de suplementos de ferro. Outros efeitos colaterais são irritação cutânea, diarreias ou vômitos. 

O óleo de orégano está contraindicado em pessoas que tenham alergias a tomilho, basílico, menta ou sálvia, uma vez que podem ser sensíveis ao óleo de orégano, visto que a família de plantas é a mesma. Mulheres grávidas não são aconselhadas a tomar óleo de orégano regularmente.

Fonte: