sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Avocado: fruta da família do Abacate


Avocado e abacate: veja mais diferenças e semelhanças entre eles. O avocado tem mais nutrientes que o abacate. A pequena fruta em forma de pera possui expressivo teor de fibras, o dobro do potássio da banana, além de vitaminas E, B6, ácidos graxos monoinsaturados, gordura saudável e antioxidantes.

Brasil exporta mais de 3 mil toneladas da fruta, que começou a ser produzida no país há 30 anos

Uma fruta da família do abacate tem ganhado o mercado externo e feito sucesso na gastronomia internacional. O avocado começou a ser produzido no Brasil há 30 anos. Hoje, mais de 3 mil toneladas são exportadas por ano para a Europa.

Abacate das variedades Hass e Fuerte, com casca mais dura, pouca água e rico em óleo, o avocado ainda não é muito conhecido no Brasil. A maior parcela dos consumidores está no exterior. Pouco a pouco, no entanto, a fruta vem conquistando espaço no país. Original do México, a fruta é frequentemente confundida com a variedade tropical, que é a mais comum.

– 90% do avocado produzido no Brasil vão para o mercado externo. Além de ser consumida in natura, a fruta dá origem à polpa e ao azeite, que são muito apreciados pelo mercado gastronômico – afirma a gerente de marketing e vendas da Fazenda Jaguacy, Ligia Falanghe Carvalho.

A fruta é produzida o ano inteiro, em épocas diferentes, dependendo da região. A Fazenda Jaguacy, localizada em Bauru, interior de SP, cultiva 500 hectares de avocado, além de assistir mais 30 produtores da fruta espalhados por São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

– Há dois anos, conseguimos, através de técnicas agronômicas e locais de plantio, produzir avocado praticamente o ano inteiro – diz Ligia.

Para quem não consome o avocado com medo de ganhar peso, Ligia aconselha o consumo de uma metade da fruta por dia.

– O avocado tem uma grande concentração de vitaminas A, D e E, o que auxilia no combate ao envelhecimento e no emagrecimento, apesar de todo mundo achar que o abacate engorda – afirma Ligia.


Propriedades do avocado

O alimento funcional é interessante para todas as idades

Rico em vitamina A, C, E e B6, o avocado é uma fruta funcional muito nutritiva. Seus componentes contribuem para ter pele saudável, saúde nos olhos, previne infecções e até auxilia em problemas de impotência sexual. Além destes, o potássio, mineral mais abundante no avocado, previne as cãibras e o fósforo e é fundamental para a formação dos ossos e dentes. 

O avocado possui gordura insaturada (vegetal) e componentes biologicamente ativos como fitoestérois - substância capaz de inibir a absorção e síntese do colesterol; e por conter fibras, além de prevenir doenças como o câncer de cólon e auxiliar o funcionamento do intestino, dá sensação de saciedade, o que leva a pessoa a comer menos. Ao contrário do que se pensava, esta gordura ômega 9 presente no avocado é umas das mais importantes auxiliadoras no emagrecimento, diminui o estado inflamatório do organismo. Já está cientificamente comprovado que a obesidade é uma doença inflamatórias assim como diabetes, hipertensão, depressão, artrite, celulite etc.

Inúmeras são as qualidades do avocado, e se desejar incluir a fruta na sua alimentação, veja dá dica de duas receitas práticas e que podem fazer parte do seu cardápio. 


GUACAMOLE 
Ingredientes
½ cebola picada 
1 tomate em cubos 
½ limão 
1 avocado 
Pimenta e sal à vontade 

Modo de preparo: Amasse suavemente a polpa do avocado; misture a cebola, o suco de limão, a pimenta e o sal. Por último acrescente o tomate. Sirva com torradas, tacos ou cenouras em palitos. 

SALADA DE AVOCADO
Ingredientes:
1 maço de alface americana 
2 tomates 
1 avocado 

Modo de preparo: Misture o avocado cortado em cubos, com os tomates em rodelas e a alface. Tempere a gosto com azeite e sal. 



FONTE


Canal Rural

http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/1661-propriedades-do-avocado

sábado, 23 de novembro de 2013

Painço

 
Pequeno, redondinho e amarelo, o painço também é chamado de milho alvo e tem sua origem na China. Apesar de ser muito usado para alimentar pássaros, a introdução desse cereal no nosso cardápio ajuda tanto na dieta para controlar do peso quanto na prevenção de diversas doenças.
 
Segundo a nutricionista Joana Lucyk, da clínica Saúde Ativa, em Brasília, o painço pode ser consumido na forma de farinha, como ingrediente de sucos e bolos ou adicionado à comida, assim como se faz com a farinha de linhaça e de banana verde. Confira todos os benefícios que esse grão traz para a sua saúde:


 

Ajuda a emagrecer e controlar o peso

O painço é uma rica fonte de fibras. "Elas ajudam na digestão e no funcionamento do intestino" afirma nutricionista Daniela Jobst, especialista do Minha Vida. Além disso, esses nutrientes dão mais saciedade, deixando a fome longe por mais tempo e favorecendo o emagrecimento.

Protege o coração

Segundo a nutricionista Joana, o painço é fonte de magnésio, um mineral que ajuda a regular o colesterol e a pressão arterial, fatores que podem diminuir o risco de infarto e outras doenças cardíacas. "No entanto, todos esses benefícios só são aproveitados se acompanhados de uma dieta saudável", lembra a especialista.

Controle do diabetes

"As fibras presentes nesse grão ajudam na absorção de glicose pelo organismo ? uma ótima vantagem para quem tem diabetes", diz Daniela Jobst. Segundo a nutricionista, o magnésio é outro nutriente do painço que está envolvido no controle da glicemia, ajudando o portador de diabetes a controlar melhor a doença.

Ossos fortes

Magnésio, manganês e fósforo são os nutrientes do painço que ajudam a manter os ossos mais fortes. "O fósforo e o manganês participam da formação dos ossos, já o magnésio ajuda na absorção do cálcio, essencial para manter a estrutura óssea forte, prevenindo a osteoporose", explica a nutricionista Joana.


Energia para o corpo

Se você anda muito desanimado e sem disposição, deixe de moleza e invista no painço. Segundo Joana Lucyk, ele é rico em carboidratos e fósforo, nutrientes essenciais para que o nosso corpo tenha mais energia. "Quando ingerimos carboidratos, eles se transformam em moléculas de ATP, responsáveis por dar energia para que nossas células funcionem a todo o vapor", diz a nutricionista. "O fósforo também é indispensável para a formação de ATP pelo nosso organismo."

Pedras na vesícula

Esse benefício fica a cargo das fibras, que podem evitar o surgimento de cálculo biliar. "Alimentos ricos em fibras, como o painço, diminuem a absorção de gordura e a secreção de bile, protegendo a vesícula dos cálculos", diz a nutricionista Joana.

Câncer de mama

"Assim como a linhaça, o painço possui lignanas, substâncias capazes de regular os hormônios femininos, principalmente na menopausa e em períodos menstruais", diz Daniela Jobst. Com os hormônios regulados e uma alimentação saudável, os riscos de câncer de mama poderão ser bem menores.

Antienvelhecimento

O painço é rico em antioxidantes, essenciais para a varredura de radicais livres no organismo. "Os radicais livres são substâncias constantemente produzidas pelo corpo que danificam as estruturas celulares, comprometendo o seu funcionamento e favorecendo o aparecimento de doenças", diz a nutricionista Joana.

Felicidade em dobro

Fonte de uma substância chamada triptofano, o painço ajuda na produção de serotonina, hormônio responsável pelo bom humor. "O magnésio, também presente no painço, ajuda na conversão do triptofano para serotonina", diz a nutricionista Daniela. Por isso, que come painço tem felicidade dupla, já que ingere tanto o triptofano como também o magnésio.


O painço é usualmente utilizado na alimentação de pássaros, mas, o que poucas pessoas sabem, é que este composto de grãos e cereais apresenta nutrientes muito benéficos à nossa saúde. O painço é fonte de magnésio, triptofano, manganês e fósforo. É também rico em proteínas, assim como o trigo, porém não contém glúten, sendo uma boa opção na dieta dos celíacos.
 
É um cereal de fácil ingestão devido seu baixo teor de gordura. A proteína torna lenta a absorção de carboidratos e, dessa forma, diminui e índices glicêmicos, aumentando a saciedade e diminuindo a velocidade da formação de gorduras. Além disso, é matéria prima na formação de massa muscular, tecido conectivo, tecido conjuntivo assim como colágeno. 
 
Por ser uma fonte de fibras, o painço ajuda na absorção da glicose pelo organismo, vantagem aos diabéticos. Lembrando que alimentos ricos em fibras proporcionam ao organismo, maior sensação de saciedade, redução do colesterol, melhor digestão e funcionamento do intestino, auxiliando no emagrecimento. 

Devido à presença de magnésio, o painço proporciona redução na pressão arterial, diminuindo o risco de infarto. O papel do magnésio é auxiliar no metabolismo da glicose, na síntese de proteínas, na produção de energia para as células e transmissão de impulsos elétricos. Além disso, ele é essencial para a fixação do cálcio nos ossos. Está envolvido na fisiologia do sistema cardiovascular também. 
O fósforo presente no painço faz do cereal uma fonte de energia e concentração, além de fortalecer os ossos.
Existem alimentos que possuem nutrientes que vão ajudar a produzir o neurotransmissor da felicidade, do bem estar e da saciedade chamado de serotonina. Estes alimentos possuem um aminoácido chamado de triptofano que é precursor, isto é, que vai formar serotonina. O magnésio é co-fator na conversão do triptofano para serotonina. É essencial, por que a ausência limita a produção de serotonina assim como a ausência do triptofano que é a matéria prima pura para formar serotonina. Felicidade dupla ao consumidor de painço que não só apresenta magnésio como o triptofano em sua composição.
 


Nosso organismo necessita da energia ATP para funcionar e a presença de fósforo na dieta, garante a formação dessa energia. O fósforo presente no painço faz do cereal uma fonte de energia e concentração, além de fortalecer os ossos.  

Prevenção contra o câncer

Outro ponto importante é sua ação preventiva ao câncer de mama, devido a presença de antioxidantes e fibra Mulheres a partir da pré-menopausa devem ter uma dieta rica em fibras e antioxidantes e o painço, oferece ainda, a proteção das lignanas. As lignanas possuem fitoestrógenos capazes de regular os hormônios femininos, principalmente na menopausa e períodos pré-menstruais, ajudando a diminuir as flutuações hormonais.

Com tantos benefícios à nossa saúde, minha dica de consumo é uma colher de sopa, duas vezes por semana, em saladas ou sua farinha em bolos, tortas, mingaus, sopas. Mas cuidado com o exagero. Consumir painço excessivamente pode causar diarreia devido a presença das fibras em sua composição e afinal, exageros nunca fazem bem.

O Painço é um dos grãos mais antigos e nutritivos do mundo. Originário da região da etiópia nos tempos pré-históricos, foi mencionado na bíblia como um ingrediente do pão ázimo. Usado antigamente como ração para aves e forragem de granjas no Ocidente, vem atualmente ganhando popularidade como alimento saudável também para seres humanos.

É possível usar o painço para preparar praticamente tudo, desde cereais ensopados e pães até guisados, pilafs (arroz com especiarias) e recheios. Você pode prepará-lo como acompanhamento, misturando-o com legumes, ou combiná-lo com uma variedade de temperos e outros grãos para fazer saladas sofisticadas.

 O sabor delicioso, levemente adocicado e semelhante ás nozes torna o painço ideal para muitas receitas. antes de cozinhar, lave bem os grãos e descarte os que estiverem danificados. cozinha três partes de água para cada parte de painço por cerca de 30 minutos, até que toda a água seja absorvida. desligue o fogo e deixe tampado por mais 10 minutos.

 Se os grãos forem postos de molho antes de serem cozidos, o tempo de cozimento cairá para 5-10 minutos.
 
fonte
 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Artrose: plantas medicinais para aliviar a dor




As plantas medicinais são infalíveis no tratamento de muitas doenças e podem ser utilizadas tanto em infusões como na extração de seu sumo. Além disso, é importante ter o conhecimento necessário para utilizar as plantas de uma maneira adequada e, assim, conseguir tirar o maior proveito de cada uma delas. A artrose é uma das doenças que podem ser tratadas à base de plantas medicinais, nos oferecendo resultados verdadeiramente efetivos.

Um pouco mais sobre a artrose

A artrose é uma doença que ocorre quando a cartilagem se desgasta ( tecido que amortece e protege as extremidades dos ossos) afetando a mobilidade das articulações.

Ela pode surgir prematuramente, em pessoas com doenças genéticas, sendo de caráter degenerativo e ocorrendo com maior frequência em mulheres.
O uso de plantas medicinais contra a artrose

Unha de gato

É uma erva originária da América do Sul, extraída da casca da raiz seca de uma trepadeira lenhosa, que cresce em florestas tropicais, tais como a amazônica. A unha de gato possui propriedades anti-inflamatórias, de grande ajuda para problemas como a artrose. É possível preparar uma infusão dessa erva e beber duas vezes ao dia para aliviar o problema.


Matricária

Planta originária do sudeste europeu, muito difundida na América do Norte e Austrália; a matricária é apreciada por suas propriedades analgésicas, todas as partes da planta são efetivas, mas suas folhas quando secas são mais utilizadas, preparadas em infusões.


Gengibre

Raiz muito importante na medicina chinesa, visto que em seus componentes possui ingredientes ativos, com poderes analgésicos, que contribuem para aliviar dores não somente da artrose, como também causadas por diversas outras doenças. O consumo frequente de gengibre pode aliviar efetivamente a dor em diferentes partes do corpo, especialmente dores nas extremidades.


Boswellia ou incenso indiano

Sua produção se dá como resina de borracha da casca da árvore de mesmo nome, ela serve para aliviar a dor causada pela pressão nas articulações inchadas. A boswellia é preparada como infusão e tomada em poucas quantidades por dia.

Urtiga

Essa planta é usada desde a antiguidade em favor da saúde. Muito rica em ferro e propriedades curativas, é indicada para artrite, reumatismo e gota, pois é depurativa.


Originária dos Estados Unidos, Canadá e Europa, é aplicada em forma de emplasto, moendo as folhas e aplicando diretamente na região afetada, dessa maneira, pode diminuir significativamente a dor.

É um tipo de planta eficaz para aplicação no local. Uma curiosidade é que o suco de uva contém ácidos que, em combinação com os elementos da urtiga, contribuem para a cura de várias doenças.


Lembre-se

É realmente importante que no momento em que opte por seguir qualquer um dos tratamentos citados anteriormente, não esteja consumindo medicamentos e que consulte previamente seu médico em caso de doenças crônicas. E se for o caso, é necessário cuidado especial, pois as interações entre medicamentos e plantas medicinais podem causar complicações e efeitos secundários.

As plantas podem oferecer muitos benefícios para a saúde, mas como qualquer tipo de medicamento e composto químico, às vezes quando combinadas com medicamentos receitados em tratamentos convencionais podem causar problemas.

Porém, não há motivos para grandes preocupações, pois as interações prejudiciais são pouco comuns. Tenha em mente que é necessário prestar sempre atenção na forma como seu organismo reage no momento em que você começa qualquer um desses tratamentos para aliviar as dores da artrose (e também em casos de outras doenças).

NOTA: Estes produtos podem ser encontrados em mercados, feiras, lojas de produtos naturais e/ou farmácias homeopáticas.

FONTE

https://melhorcomsaude.com/artrose-solucoes-aliviar-dor/