quarta-feira, 11 de abril de 2018

Body Size - Extrato de Berinjela & Spirulina


Produto elaborado com extrato de berinjela em pó, que auxilia na redução da concentração de açúcar no sangue e controle do colesterol. Contém spirulina, fibra natural que se expande quando entra contato com a água ou líquidos, proporcionando saciedade e controle na alimentação, além de possuir alto teor de proteínas, vitaminas e minerais. Suprime o apetite. Ação diurética. Elimina toxinas. Rico em vitaminas, minerais e aminoácidos. Regula o trânsito intestinal. Age contra a anemia e desnutrição. Auxilia no controle do colesterol, hipertensão e obesidade. 90 cápsulas

Descrição do produto - Controle do Açúcar no Sangue e do Colesterol
A berinjela é muito apreciada na culinária, sendo seu fruto comestível de inúmeros modos. Historicamente, acredita-se que os padres carmelitas foram os primeiros a experimentá-la em seus conventos e, encantados com seu sabor e propriedades passaram a divulgar a sua utilização, tornando-a mundialmente famosa. A berinjela na forma de extrato seco em cápsulas apresenta fórmula concentrada, o que proporciona uma administração prática e eficiente. A berinjela é rica em fibras solúveis.

Possui princípios ativos como alcaloides, minerais vitaminas e proteínas. Suas propriedades se destacam como oxidante, remineralizante, alcalinizante, calmante, diurética e digestiva. Sua indicação é para diminuir o colesterol e a glicemia. Combate à inflamação dos rins e uretra, as enfermidades do fígado e estomago. É altamente diurético usado na forma de extrato seco. Estudos não mostraram toxicidade do fruto.

Pouco presente na dieta do brasileiro, a berinjela reúne qualidades que não passam despercebidas aos olhos dos pesquisadores. Estudos recentes apontam resultados positivos do vegetal na perda de peso, redução do colesterol e complicações cardíacas, entre outros. A seguir, confira os benefícios da berinjela:

Em 1997, uma pesquisa foi realizada pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) apontando que o suco de berinjela era capaz de reduzir em 30% o colesterol em coelhos. Em 2010, o estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apresentou a farinha de berinjela como melhor opção para o controle do colesterol. A nutricionista Paula Castilho, diretora da Nutrição Integral, diz que “a farinha de berinjela preserva as propriedades do vegetal e é mais indicada do que o suco e o consumo do vegetal in natura. De sabor agradável, semelhante à farinha de mandioca, ela deve ser consumida em iogurtes, sucos, sopas ou compondo receitas”. A nutricionista ressalta que a berinjela não substitui o tratamento tradicional para o controle do colesterol, com remédios.

A pesquisa realizada pela UFRJ comparou mulheres obesas que ingeriram 14g de farinha de berinjela por dia com um grupo que não consumia o vegetal. Ambos seguiram cardápio de reeducação alimentar. O estudo concluiu que aquelas que ingeriram a farinha emagreceram 6 quilos em 60 dias, enquanto o outro grupo emagreceu 3 quilos no mesmo período. Como consequência, as mulheres que consumiram a farinha de berinjela também viram reduzir os níveis de colesterol total e triglicerídeos. Segundo o mesmo estudo da UFRJ, a farinha de berinjela é capaz de diminuir os níveis de ácido úrico, que, em excesso, provoca dores articulares. Apesar das qualidades, a berinjela estimula a formação de radicais livres no organismo, que pode provocar envelhecimento precoce. Para evitar o problema é preciso associar o consumo frutas cítricas ricas em vitamina C, como limão, laranja e acerola, que combatem os radicais livres.

O alto teor de fibras provoca saciedade e diminui a fome, a berinjela é composta por 92% de água. Sua função diurética também é bem-vinda para a perda de peso e bom funcionamento dos rins. De acordocom o mesmo estudo, a berinjela é rica em fibras que auxiliam no trânsito intestinal, mas é preciso beber no mínimo 1 litro de água por dia, pois, hidratadas, as fibras facilitam a evacuação.

Outro benefício que a berinjela apresenta é a presença de flavonóides. O consumo deste composto, que é responsável pela cor arroxeada da berinjela, está sendo relacionado com a diminuição de complicações cardíacas. Pesquisas também mostram que o potássio presente no vegetal ajuda a controlar a pressão arterial.

-Spirulina ou Espirulina
Spirulina (ou Arthrospira) é uma bactéria pertencente ao grupo Cyanobacterium (anteriormente conhecido como Cyanophyta ou como grupo das algas verde-azuladas). Há controvérsias que a spirulina seja uma bactéria ou uma alga, mas comercialmente a spirulina é classificada como uma alga microscópica.

As características da Spirulina, trata-se de um organismo microscópico de cor azul esverdeada, que são fotoautótrofos (torna a luz solar em energia ativa para sobrevivência) e unicelulares (formados por uma única célula). Apesar de serem unicelulares, estas se agrupam formando tricomas ou formas filamentosas. Vista ao microscópio, a spirulina tem uma cor azul esverdeada e tem o aspecto de um espiral de longos e finos filamentos (características que classificam a spirulina como algas). A Spirulina é excessivamente adaptável e ocorre numa ampla variedade de ambientes, incluindo a água fresca, nascentes tropicais, água salgada e salina.

O emprego de Spirulina para a alimentação não é algo novo, visto que existem evidências de que os aztecas a consumiam, procedentes do Lago de Texcoco. Assim mesmo outras culturas da região do lago Chad, como os Kanenmbu, também incluíam em sua dieta habitual spirulina na forma de bolos. A Spirulina, há séculos atrás, era o alimento regular dos Norte Africanos e Mexicanos.

Na Espanha, a Spirulina habita de forma selvagem o Parque Nacional de Doñana (Huelva), cuja população junto com outras cianófitas é a dominante nos primeiros meses de verão, substituindo algas clorófitas como parte do fitoplâncton principalmente na lagoa de Santa Olalla.

Ao contrário do que se acredita, a Spirulina não emagrece. Por se tratar de um alimento rico e por se expandir ao contato com a água do corpo, o consumo desta bactéria confere uma sensação de saciedade que inibe a fome, fazendo assim que as pessoas consumam menos alimentos. A humanidade conhece esta bactéria há séculos, mas foi na última metade do século XX que começou a ser empregada industrialmente. Seu cultivo industrial não se iniciou até 1962 na zona do Chad. Se trata de um cultivo adequado para zonas áridas nas quais a salinidade da água a torna inapta para seu emprego agrícola tradicional.

Diretamente seu principal emprego é para a alimentação, principalmente na forma de cápsulas ou comprimidos prensados. A Spirulina possui um consumo elevado desde então por suas características: seu elevado conteúdo em proteínas de alto valor biológico. Também se emprega como fonte de pigmentos, como a presente ficocianina, que tem sido apresentado como agente antioxidante, prevenindo enfermidades degenerativas dos órgãos e anti-inflamatório atuando positivamente sobre úlceras e hemorroidas, estimulando o sistema imunológico.

Suas características nutricionais são as seguintes:
Proteínas: por volta de 65% em peso seco é formado por proteínas. O mais importante destas é sua composição de aminoácidos já que não só contém todos os essenciais senão que além disso sua disponibilidade é muito alta, por exemplo para a lisina se tem descrito até 85% de biodisponibilidade e ficocianina (um pigmento azul), na qual é uma proteína, que se sabe, evita o cancro. Entre os aminoácidos encontrados na Spirulina está presente, em grande quantidade, a metionina. Esta exerce função importante na rápida remineralização de nervos afetados, uma vez que participa da formação de colina, precursor da mielina. Também há que se mencionar a glicina, sobre a qual existem estudos cujos resultados têm demonstrado que sua liberação, por estímulo da medula espinhal, aliviando a dor neuropática.

O chamado ácido gammalinolenico (GLA) é outro importante componente encontrado na Spirulina, sendo ela, além do leite materno, o único alimento conhecido que o contém. O GLA atua na prevenção de patologias cardíacas, sendo regulador da pressão arterial, da síntese.

Hidratos de carbono: entre 8 e 14% principalmente na forma de polissacarídeos dos quais os monômeros principais são glucose, galactose, manose e ribose;

Lipídios: aproximadamente 6%, mas tanto suas quantidades como composição variam em função das condições de cultivo, principalmente luz e nitrogênio. Se a luz é escassa aumentará o conteúdo de lipídios como reserva de energia. A Spirulina possui atividade contra vários tipos de vírus, atividade essa que pode ser em parte atribuída ao fato de conter sulfoglicolipídios, capacitados a aumentar as respostas imunes e estimular o funcionamento de macrófagos.

Ácidos nucleicos: seu baixo conteúdo em ácidos nucleicos faz da Spirulina um produto idôneo para suplementação em pacientes com antecedentes ou predisposição à gota (alto indíce de ácido úrico no sangue), visto que no metabolismos dos ácidos nucleicos se produz ácido úrico.

Vitaminas: por tratar-se de organismos fotoautótrofos têm elevadas concentrações de pigmentos, entre eles β-caroteno, isto é, pró-vitamina A. Em relação às vitaminas que do Complexo B, destaca-se a atuação destas vitaminas no cérebro, sendo assim, que o consumo de spirulina significa, entre outras coisas, beneficiar o desempenho da memória, aumentar a capacidade de atenção e o estado de ânimo de uma forma geral. Há ainda que se comentar que, entre todas as vitaminas componentes do Complexo B, a que desempenha papel mais importante quanto ao funcionamento do sistema nervoso é a vitamina B1. Além da contribuição direta dessa vitamina, a spirulina melhora a eficiência de sua absorção, uma vez que produz um aumento dos bacilos intestinais (lactobacilos). Além disto, a spirulina é o organismo não animal com maior conteúdo em vitamina B12 ou cobalamina e ácido fólico, essencial aos nervos e tecidos saudáveis.

As junções destas vitaminas participam da síntese de nucleotídeos purínicos e pirimidínicos, bem como na obtenção de metionina. Uma alimentação insuficiente contribui para suas ausências nos organismos. A deficiência de vitamina B12 pode ocasionar desordens polineuropáticas e neuropsiquiátricas.


O ácido fólico juntamente com a vitamina B12 atuam também na prevenção e cura de anemias. A spirulina também possui vitaminas C e E, carotenóides e clorofila (que contribui como purificador e na formação do sangue, renova os tecidos e faz frente à radiação).

Minerais: em relação à Spirulina, deve-se também comentar que, em geral, algas absorvem e quelam importantes oligoelementos, de forma natural. Nessas formas orgânicas, são os minerais (entre os quais se destacam o selênio, o cobre e o zinco, e que formadores são de parte das funções bioquímicas importantes para a preservação da estrutura e funcionamento dos tecidos do sistema nervoso) melhor assimilados pelo organismo.

O selênio é um mineral antioxidante e, ainda, constituinte essencial de uma enzima específica que encarregada é com relação à eliminação de radicais livres, o que significa que a falta de selênio está associada ao aumento desses radicais. Em relação ao cobre e ao zinco, também possuem poder antioxidante uma vez que são componentes de uma enzima que participa de tal função. O zinco, ainda, também atua na eliminação de radicais livres. Destaca-se a importante presença de ferro, magnésio e outros micronutrientes. É sabido que o ferro ajuda a manter os glóbulos vermelhos e o sistema imunológico, detendo e revertendo a anemia.

A Spirulina foi descrita como um “probiótico” e “super alimento”.

As pessoas usam a Spirulina para um suplemento dietético como parte da transformação na sua saúde e vitalidade. A Spirulina é um alimento natural muito concentrado. Muitos a usam como um complemento dietético e como alimento completo. É ideal para aqueles que possuem uma vida muito ocupada. As vantagens do consumo da spirulina são:
-Não precisa ser mastigada, pois é consumido em cápsulas ou comprimido;
-Altamente concentrada para uma fácil absorção de nutrientes;
-Proteínas de alta qualidade.

Além de tudo, apesar de encontrarmos a venda a maior parte dos componentes da Spirulina, na forma de fármacos, em particular as vitaminas e os minerais, é sabido que o consumo desses em sua fonte natural apresenta algumas vantagens, já que se encontram unidos a complexos de proteínas, hidratos de carbono, lipídios e queladores, que em conjunto são facilmente assimilados pelo organismo. Ao contrário de seus análogos industrializados, que apresentam significativas mudanças em suas estruturas químicas.

A Spirulina, como parte de uma dieta de comida natural saudável, pode ajudar a massa corporal a atingir níveis saudáveis novamente. Muitas pessoas utilizam-na juntamente com uma dieta com baixo consumo de carboidratos associados com a prática de exercícios físicos, para atingir melhor os resultados esperados. Consumir spirulina antes das refeições pode ajudar a saciar sua fome. Não se trata de suprimir o apetite, pois não contém drogas ou compostos químicos que enganem o organismo. É simplesmente uma super nutrição, natural, concentrada e de fácil digestão. Sendo a digestão o maior processo que ocorre no corpo, quanto menos demorar a extrair os nutrientes dos alimentos, mais tempo tem o organismo para usar em reparações, crescimento e funções vitais.

INDICAÇÃO: 
-Acelera o metabolismo; 
-Auxilia nos regimes de emagrecimento; 
-Ajuda a eliminar as toxinas do organismo; 
-Diurético; 
-Combate a diabetes; 
-Saciador de apetite; 
-Regula o transito intestinal; 
-Regulariza os níveis de colesterol.

Contra-indicações: Este produto é contra-indicado para crianças, gestantes, nutrizes e pacientes com hipersensibilidade ao produto.

Modo de usar:

Ingerir 2 (duas) cápsulas duas vezes ao dia, preferencialmente 30 minutos antes das refeições. Não exceder a dosagem recomendada. Não ingerir o produto em jejum.

Incompatibilidades: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Toxicidade e mutagenicidade: Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Fonte

http://akmos.com.br/produtos/body-size/

https://www.facebook.com/Akmosnetworking/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.