terça-feira, 15 de abril de 2008

Pirâmide Dos Alimentos...


Por toda nossa vida ouvimos que para viver mais e com mais qualidade, o melhor remédio é ter uma alimentação equilibrada, aliada à prática regular de atividade física.

A alimentação que antes era vista apenas como essencial para a sobrevivência e satisfação da fome, tem se tornado um fator importante para manter a saúde e para prevenir doenças.

Para obter uma alimentação saudável, devemos ter equilíbrio, variedade e moderação. Mas como aplicar estes conceitos no dia-a-dia?

Pensando nesta questão, pesquisadores do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) desenvolveram e publicaram a Pirâmide dos Alimentos, com o intuito de mostrar que podemos comer um pouco de tudo e de tudo um pouco. Trata-se de um guia flexível e cheio de opções do que você precisa consumir todos os dias.

A Pirâmide divide os alimentos em quatro grupos ou andares que indicam o quê e o quanto se deve comer de cada alimento.

Na base da Pirâmide encontra-se o grupo dos energéticos, composto basicamente por pães, arroz, macarrão e massas em geral, biscoitos e bolos simples (sem recheio), trigo, milho, aveia, batata, batata-doce, mandioca, mandioquinha e farinhas (fonte de carboidratos) têm a função principal de fornecer energia para todas as partes do organismo.

No segundo andar está o grupo dos reguladores, os principais representantes são as verduras, legumes e frutas. Os alimentos deste grupo fornecem vitaminas, minerais e fibras, que são substâncias necessárias para o bom funcionamento do organismo, evitando doenças e ajudando no crescimento.

E, no terceiro andar está localizado o grupo dos construtores, os alimentos deste grupo são as carnes e ovos (fontes de proteínas, ferro e vitaminas); feijão, soja, grão de bico, ervilha, lentilha (fonte de proteína) e leites, iogurtes e queijos (fonte de proteínas, cálcio e vitaminas). Este grupo ajuda na formação dos tecidos, músculos e ossos.

No quarto andar ou no topo da pirâmide está o grupo denominado de energéticos extras. Composto por óleos e gorduras; açúcares e doces apesar destes alimentos serem considerados energéticos, devem ser consumidos em menor quantidade.

Além destes quatro grupos, é bom lembrar que beber água é importante para que o organismo se mantenha saudável.

Para uma alimentação equilibrada, todos os grupos são importantes, visto que as três principais funções dos alimentos em nosso corpo são: produzir energia, fornecer matéria prima para construções das células e regulação das funções e reações químicas que nelas ocorrem.

Nós somos o que comemos, na hora de montar seu prato não se esqueça de colocar um alimento energético, um regulador e um construtor. Bom apetite!

Camila Leonel Mendes de Abreu Nutricionista pelo Centro Universitário São Camilo e Especializanda do Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente da Disciplina de Especialidades Pediátricas do Departamento de Pediatria da Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina (UNIFESP/EPM).

Nenhum comentário:

Postar um comentário